Benefícios

Cancelamento de benefício do INSS pode ser cancelado: entenda

frente do inss previdencia e beneficios
Foto: Rafa Neddermeyer/Agência Brasil

Muitos brasileiros enfrentam dificuldades ao solicitar benefícios junto ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), principalmente devido a erros que podem ser facilmente evitados. A falta de informações básicas, como o número do CPF ou da carteira de identidade, é uma das principais causas de indeferimentos em pedidos de aposentadoria, pensão por morte e auxílio-doença. Este artigo fornece orientações para que os segurados preencham corretamente seus pedidos e apresentem os documentos essenciais, evitando atrasos e frustrações.

Dicas para um pedido bem-sucedido ao INSS

  1. Verificação Completa dos Documentos Antes de enviar o pedido de benefício, verifique se todos os documentos necessários estão completos e corretamente anexados. Isso inclui identidade, CPF e carteira de trabalho. A falta de qualquer um desses documentos pode resultar em indeferimento automático.
  2. Atenção às Condições Específicas de Cada Benefício Cada tipo de benefício tem suas próprias exigências. Por exemplo, para a aposentadoria por tempo de contribuição, é necessário anexar a comprovação dos períodos de recolhimento. Já para o benefício por incapacidade, a data de afastamento do trabalho deve estar clara e precisa.
  3. Utilização dos Canais de Atendimento Apropriados Os segurados podem realizar seus pedidos através do site Meu INSS, pelo telefone 135 ou presencialmente nas Agências da Previdência Social. O uso do site Meu INSS é recomendado para facilitar o processo, garantindo que a documentação seja enviada digitalmente, evitando deslocamentos e agilizando a análise.
  4. Mantenha o Cadastro Atualizado Manter os dados atualizados no cadastro do INSS é fundamental. Isso inclui atualizar informações pessoais e familiares no Cadastro Único, quando necessário, para garantir que o processo de avaliação seja baseado nas informações mais recentes.
  5. Orientação de Especialistas Em caso de dúvidas, os segurados podem buscar orientação através da Central 135, onde especialistas estão disponíveis para auxiliar com informações e procedimentos. Outros canais de comunicação do INSS também estão à disposição para ajudar.

Preparação e revisão: chaves para o sucesso

O processo de solicitação de benefícios junto ao INSS não precisa ser complicado. Seguir as orientações corretas e preparar adequadamente a documentação são passos cruciais que podem diminuir significativamente a possibilidade de erros e atrasos. Portanto, antes de enviar seu pedido, reserve um tempo para revisar todos os documentos e certificar-se de que todas as informações estão corretas e completas.

Confira como é a nova prova de vida no INSS

A prova de vida anual do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) é obrigatória. No entanto, desde janeiro do ano passado, cabe ao INSS comprovar que o beneficiário está vivo. Para isso, recebe dados de outros órgãos públicos federais, preferencialmente biométricos, para realizar o cruzamento de dados de cidadãos e cidadãs. Essas informações são cruzadas com outras que constam na base do governo.

Uma portaria publicada pelo Ministério da Previdência Social decidiu que até 31 de dezembro de 2024 a falta de comprovação da prova de vida dos beneficiários do INSS não acarretará no bloqueio ou suspensão do benefício.

Além da orientação para o não bloqueio dos benefícios sem prova de vida até o final desse prazo, a portaria muda o período da contagem de 10 meses para a comprovação. Ou seja, ao invés de a contagem valer a partir da data de aniversário do segurado, ela agora começa da data da última atualização do benefício ou da última prova de vida.

É importante lembrar que, para comprovar a vida, não é preciso ir até o banco ou a uma agência do INSS. O segurado pode fazer a comprovação de vida pelo aplicativo Meu INSS.

Dados da folha de pagamento do INSS

Atualmente, 39.504.571 benefícios são pagos pelo INSS, sendo 23.113.768 aposentadorias, 1.999.771 auxílios, 5.864.393 benefícios assistenciais, 8.440.102 pensões por morte e 86.537 outros benefícios do Regime Geral de Previdência Social (RGPS).

Perguntas e respostas sobre a prova de vida

  1. O que é a prova de vida? A prova de vida é um procedimento anual para comprovar que a pessoa que recebe algum benefício de longa duração do INSS está viva.
  2. O que muda a partir de 2023? A prova de vida continua sendo realizada via interoperabilidade das bases governamentais e, em 2024, o bloqueio de pagamentos por não realização da prova de vida está suspenso até 31 de dezembro.
  3. Que dados o INSS usará para realizar a prova de vida? Serão utilizados dados de diversas interações do cidadão com entes públicos ou privados, como acesso ao Meu INSS, transações bancárias com biometria, atualizações no Cadastro Único e outros.
  4. Como saber se minha prova de vida já foi realizada? Acesse o aplicativo ou site Meu INSS ou ligue para a Central de Atendimento 135 para verificar a data da última confirmação de vida feita pelo INSS.
  5. É possível continuar fazendo a prova de vida na rede bancária? Sim, a prova de vida pode ser feita como nos anos anteriores, preferencialmente utilizando meios à distância oferecidos pelos bancos.
  6. Quantas pessoas já realizaram prova de vida no novo modelo? Em 2023, 19 milhões de beneficiários realizaram a prova de vida.
  7. O INSS está notificando beneficiários ou bloqueando pagamentos? Não, devido à suspensão do bloqueio de pagamentos por falta de comprovação de vida até 31 de dezembro de 2024.
  8. Que benefícios exigem a prova de vida? Todos os benefícios ativos de longa duração do INSS, como aposentadorias, pensões e auxílio por incapacidade temporária com duração superior a um ano.
  9. Não há necessidade de realização de prova de vida para: Benefícios de curta duração com tempo inferior a um ano, como salário-maternidade e seguros-defeso.

Saiba tudo sobre o Meu INSS

O Meu INSS é uma ferramenta criada para dar maior facilidade à vida do cidadão. Pode ser acessada pela internet do seu computador ou pelo seu próprio telefone celular (Android e IOS).

Para conhecer, digite o endereço gov.br/meuinss ou instale o aplicativo Meu INSS no seu celular, e tenha acesso a mais de 90 serviços oferecidos pelo INSS, sem sair de casa.

É a Agência da Previdência Social na palma da sua mão!

Para utilizar esses serviços é necessário se cadastrar e obter senha, no próprio site ou aplicativo.

To Top