Últimas Notícias

Fábrica de leite, reduto punk e antigo cabaré: as curiosidades das casas que vão abrigar turnê de Anitta na Europa

Quando Anitta desfizer suas malas, tão logo terá que arrumá-las novamente devido à série de shows previstos em sua turnê internacional. Depois de um badalado show em Nova York com ingressos esgotados, no início deste mês, a cantora tem uma série de compromissos marcados pela América Latina e pela Europa. Depois de passar por Santiago (CHI) e Buenos Aires (ARG), nos dias 14 e 16 deste mês, respectivamente, ela começa sua jornada pela Europa.

Em Berlim, Amsterdam, Londres e Paris, os ingressos já estão esgotados, inclusive. A brasileira vai passar por lugares icônicos do Velho Continente — casas que já foram fábrica de leite, antigo bingo e cabaré. Confira a seguir algumas curiosidades dos espaços que vão receber a turnê de Anitta na Europa.

Metropol (Berlim, ALE) — 25/6

Foi ponto de encontro da elite cultural de Berlim durante a República de Weimar, quando era conhecido como Teatro Neues Schauspielhaus. De arquitetura com elementos em Art Nouveau, se tornou uma das principais casas noturnas da Berlim Ocidental. Nos anos 80 e 90, abrigou festas extravagantes e apresentações de bandas de rock e punk. Depois de um tempo de declínio, reabriu em 2019 após uma série de transformações. Depeche Mode, David Bowie e Iggy Pop foram alguns dos artistas que passaram por lá.

Melkweg (Amsterdam, HOL) — 26/6

Importante reduto alternativo da capital holandesa, fica num galpão que já foi uma fábrica de leite do século XIX, e que virou centro cultural nos anos 1970. Além de espaço para shows, também abriga cinemas, teatros e galerias de arte. Já recebeu shows de nomes como Nirvana, Prince, U2 e Arctic Monkeys.

O2 Forum Kentish Town (Londres, UK) — 28/6

Era o antigo North London Cinema, inaugurado em 1934, e já foi até bingo antes de se tornar uma casa de shows no início dos anos 1990. Tem capacidade para 2.300 pessoas e programação eclética que contempla atrações de rock, pop, hip-hop e música eletrônica. Radiohead, Oasis, Coldplay, Amy Winehouse e The Killers já se apresentaram por lá.

Élysée Montmartre (Paris, França) — 29/6

Foi inaugurada em 1807 e se tornou um ícone entre a boemia parisiense, com shows de can-can e cabaré. Um de seus frequentadores mais conhecidos foi o pintor Toulouse-Lautrec (1864-1901), que registrou bem a vida noturna da época na cidade em suas obras. Edith Piaf, David Bowie, Nirvana e Daft Punk já fizeram shows no Montmartre.

Sala La Riviera (Madri, ESP) — 3/7

Inaugurada em 1964, fica às margens do rio Manzanares, próximo ao Parque Madrid Río. É uma das mais populares casas de shows da capital espanhola, com capacidade para público de até 2.500 pessoas. The Rolling Stones, Arctic Monkeys, Bob Dylan já tocaram na sala.

Razzmatazz (Barcelona, ESP) — 4/7

A mais nova da lista, foi inaugurada em 2000 no bairro de Poblenou, área de Barcelona que vem crescendo culturalmente nos últimos anos. Mesmo assim, virou referência na cena cultural da cidade com programação alternativa e já recebeu nomes de peso como Arctic Monkeys, Franz Ferdinand, Justice, The Chemical Brothers e Kendrick Lamar.

Fabrique (Milão, ITA) — 7/7

Também é recente, de 2014, e está localizada na Via Gaudenzio Fantoli, em uma área industrial de Milão. Tem um espaço de mais de 2.000 m2 e acomoda até 3.200 pessoas. Metallica e Lana del Rey se apresentaram no local recentemente.

To Top