Benefícios

Calendário para liberação do Bolsa Família este mês

Cadastro Único Bolsa Familia
Cassiano Correia / Shutterstock.com

O Governo Federal divulgou o calendário atualizado de pagamentos do Bolsa Família para o mês de junho. As mudanças foram necessárias devido às enchentes e fortes chuvas que afetaram o Rio Grande do Sul, antecipando os benefícios para as famílias impactadas.

O valor do benefício permanece em R$ 600 por família, com adicionais de R$ 50 e R$ 150. Além disso, será incluído o pagamento do Auxílio-Gás, no valor de R$ 100, beneficiando cerca de 5,8 milhões de pessoas. A especialista Laura Alvarenga destaca que o vale-gás não está disponível para todos os inscritos no Bolsa Família. Veja abaixo como garantir esse auxílio.

Componentes do Bolsa Família

O Bolsa Família é composto por diferentes benefícios que podem aumentar o valor recebido conforme a necessidade da família. Confira os componentes do programa:

  • Benefício de Renda de Cidadania (BRC): R$ 142 por pessoa da família.
  • Benefício Complementar (BCO): Garante que todas as famílias recebam, no mínimo, R$ 600.
  • Benefício Extraordinário de Transição (BET): Assegura que os beneficiários não recebam menos do que no programa anterior, o Auxílio Brasil. Confirmado até maio de 2025.
  • Benefício Primeira Infância (BPI): Adicional de R$ 150 por criança de zero a sete anos incompletos.
  • Benefício Variável Familiar (BVF): Adicional de R$ 50 para gestantes e crianças/adolescentes de 7 a 18 anos incompletos.
  • Benefício Variável Familiar Nutriz (BVN): Adicional de R$ 50 para cada membro da família com até sete meses incompletos, com transferências iniciando em setembro.
  • Vale Gás: Pagamento do valor médio nacional de um botijão de gás de 13 kg, liberado a cada dois meses.

Calendário de Pagamentos do Bolsa Família para Junho

Devido às condições climáticas adversas no Rio Grande do Sul, o calendário de pagamentos do Bolsa Família para junho foi ajustado. Confira as novas datas:

  • Final do NIS 1: 17 de junho
  • Final do NIS 2: 18 de junho
  • Final do NIS 3: 19 de junho
  • Final do NIS 4: 20 de junho
  • Final do NIS 5: 21 de junho
  • Final do NIS 6: 24 de junho
  • Final do NIS 7: 25 de junho
  • Final do NIS 8: 26 de junho
  • Final do NIS 9: 27 de junho
  • Final do NIS 0: 28 de junho

Como Garantir o Vale Gás

Para garantir o benefício do Vale Gás, é importante estar atento aos critérios de elegibilidade. O pagamento é realizado de forma bimestral e se baseia no valor médio nacional de um botijão de gás de 13 kg. Verifique se seus dados estão atualizados no CadÚnico e acompanhe as comunicações oficiais do programa para assegurar que você está incluído na lista de beneficiários.

Acompanhe as últimas notícias e atualizações sobre o Bolsa Família e outros programas sociais para garantir que você está recebendo todos os benefícios a que tem direito.

O Bolsa Família é o maior programa de transferência de renda do Brasil, reconhecido internacionalmente por já ter tirado milhões de famílias da fome. O Governo Federal relançou o programa com mais proteção às famílias, com um modelo de benefício que considera o tamanho e as características familiares, aquelas com três ou mais pessoas passarão a receber mais do que uma pessoa que vive sozinha.

Além de garantir renda para as famílias em situação de pobreza, o Programa Bolsa Família busca integrar políticas públicas, fortalecendo o acesso das famílias a direitos básicos como saúde, educação e assistência social. O Bolsa Família busca promover a dignidade e a cidadania das famílias também pela atuação em ações complementares por meio de articulação com outras políticas para a superação da pobreza e transformação social, tais como esporte, ciência e trabalho.

Quem tem direito?
Para ter direito ao Bolsa Família, a principal regra é que a renda de cada pessoa da família seja de, no máximo, R$ 218 por mês. Por exemplo, se apenas um integrante da família tem renda e recebe um salário mínimo (R$ 1.412), e nessa família há sete pessoas, a renda de cada um é de R$ 201,71. Como está abaixo do limite de R$ 218 por pessoa, essa família tem o direito de receber o benefício.

Como Receber?
Em primeiro lugar, é preciso estar inscrito no Cadastro Único, com os dados corretos e atualizados. Esse cadastramento é feito em postos de atendimento da assistência social dos municípios, como os CRAS. É preciso apresentar o CPF ou o título de eleitor.
Lembrando que, mesmo inscrita no Cadastro Único, a família não entra imediatamente para o Bolsa Família. Todos os meses, o programa identifica, de forma automatizada, as famílias que serão incluídas e que começarão a receber o benefício.

To Top