Internet

Golpes de Clonagem no WhatsApp: saiba como evitar

WhatsApp Aplicativo
guteksk7/Shutterstock.com

O Procon de São Paulo emitiu um alerta sobre um golpe que vem fazendo vítimas: a clonagem de contas do WhatsApp. O golpe ocorre da seguinte maneira: um golpista se passa por funcionário de um site de compras e envia uma mensagem pedindo que a vítima digite um código de seis números para ativar um anúncio. Esse código, na verdade, é a verificação do WhatsApp, permitindo ao criminoso clonar a conta do usuário.

Como Funciona o Golpe

Após clonar a conta, o golpista utiliza o WhatsApp da vítima para enviar mensagens a seus contatos, solicitando dinheiro em nome dela. Geralmente, o criminoso simula uma emergência para convencer parentes e amigos a transferirem dinheiro.

Medidas de Proteção

O Procon-SP orienta os consumidores a nunca compartilharem o código de seis números. Além disso, é essencial ativar a “verificação em duas etapas” no WhatsApp, acessando “configurações”, “conta” e “verificação em duas etapas”.

Crescimento dos Golpes Durante a Pandemia

De acordo com o secretário de defesa do consumidor, Fernando Capez, houve um aumento significativo nos golpes pela internet e redes sociais durante a pandemia de covid-19. Ele aconselha os consumidores a estarem sempre atentos e a nunca fornecerem senhas ou códigos de verificação.

Procedimentos para Vítimas

Se alguém for vítima desse golpe, deve contatar o suporte do WhatsApp através do e-mail [email protected] e solicitar a desativação temporária da conta.

Consequências dos Golpes

Segundo Guilherme Farid, chefe de gabinete do Procon-SP, os principais golpes no WhatsApp envolvem o envio de mensagens com links fraudulentos. Estes links podem direcionar o consumidor a páginas falsas de fornecedores ou enganá-los para fornecer o código de acesso ao aplicativo, permitindo que o golpista sequestre dados pessoais.

Dicas do Procon para Evitar Golpes

  1. Não forneça dados pessoais, senhas ou códigos.
  2. Desconfie de ofertas de ajuda, sorteios ou dinheiro enviadas pelo WhatsApp, redes sociais ou e-mails e não clique em links suspeitos.
  3. Não confie e não compartilhe links ou informações de origem duvidosa.
  4. Preencha formulários apenas em sites oficiais.
  5. Baixe aplicativos apenas das lojas oficiais.
  6. Procure ajuda de familiares ou amigos em caso de dúvidas.
  7. Utilize antivírus em seu computador, tablet e smartphone.
  8. O Procon-SP não pede informações pessoais e não envia mensagens via WhatsApp; procure a instituição pelos canais oficiais.

A clonagem de contas no WhatsApp é um problema crescente, especialmente durante a pandemia. É crucial que os usuários estejam atentos e sigam as orientações do Procon-SP para evitar cair em golpes. A segurança digital deve ser uma prioridade para todos, garantindo que informações pessoais e financeiras permaneçam protegidas.

To Top