Internet

Clonagem de contas no WhatsApp e fraudes crescem em SP

WhatsApp mixvale
Criação www.mixvale.com.br

O Procon de São Paulo emitiu um alerta sobre um novo golpe de clonagem de contas no WhatsApp, que tem feito diversas vítimas. O golpe começa com uma mensagem enviada por alguém se passando por um funcionário de um site de compras. O golpista pede que a vítima digite um código de seis dígitos para ativar um anúncio, mas esse código é, na verdade, a verificação do WhatsApp. Com isso, o criminoso clona a conta do usuário.

Como Funciona o Golpe?

Após clonar a conta, o golpista passa a enviar mensagens para os contatos da vítima, solicitando dinheiro em seu nome. Normalmente, o infrator finge estar em uma situação de urgência para convencer parentes e amigos a transferirem o valor solicitado.

Prevenção Contra a Clonagem

Para evitar ser vítima desse golpe, o Procon-SP recomenda nunca compartilhar o código de seis números que você recebe por SMS. Além disso, é fundamental ativar a “verificação em duas etapas” no WhatsApp, acessando “Configurações”, depois “Conta” e, em seguida, “Verificação em duas etapas”.

Explosão de Golpes Durante a Pandemia

Fernando Capez, secretário de defesa do consumidor, destacou que golpes pela internet e redes sociais aumentaram significativamente durante a pandemia de covid-19. Ele alerta para que os consumidores mantenham sempre a desconfiança, redobrem a atenção e nunca forneçam senhas ou sequências de números a terceiros.

Caso alguém seja vítima desse golpe, deve imediatamente contatar o suporte do WhatsApp pelo email [email protected] e solicitar a desativação temporária da conta.

Consequências dos Golpes

Guilherme Farid, chefe de gabinete do Procon-SP, explicou que os golpes no WhatsApp geralmente envolvem o envio de mensagens com links fraudulentos, que redirecionam o consumidor para páginas falsas ou solicitam o código de acesso ao aplicativo. Com esse acesso, os golpistas podem sequestrar todos os dados do usuário.

As principais consequências incluem prejuízos financeiros, tanto por compras em sites falsos como por extorsão para recuperar o acesso ao aplicativo. Após obter o controle da conta, o golpista pode enviar novos links fraudulentos para os contatos da vítima, ampliando o número de pessoas enganadas.

Dicas do Procon para Evitar Golpes:

  • Nunca forneça dados, senhas ou códigos.
  • Desconfie de ofertas de ajuda, sorteios ou dinheiro enviadas por WhatsApp, redes sociais ou e-mails, e não clique em links suspeitos.
  • Não compartilhe links ou informações sem verificar a origem.
  • Preencha formulários apenas em sites oficiais.
  • Baixe aplicativos somente das lojas oficiais.
  • Procure ajuda de familiares ou amigos em caso de dúvidas.
  • Utilize antivírus no computador, tablet e smartphone.
  • Lembre-se que o Procon-SP não solicita informações dos consumidores nem envia mensagens via WhatsApp; entre em contato pelos canais oficiais.
To Top