Benefícios

INSS: de 55 a 65 anos de idade, veja como pedir sua aposentadoria

Seguro Desemprego INSS FGTS PIS
rafapress/Shutterstock.com

INSS: de 55 a 65 anos de idade, veja como pedir sua aposentadoria Para quem está na faixa etária entre 55 e 65 anos, agora existe uma maneira segura e confiável de descobrir quando será possível se aposentar, tudo de forma gratuita.

O primeiro passo começa fazendo uma pergunta desafiadora: você sabe exatamente quanto tempo de contribuição já possui?

Essa informação é crucial, pois, além da idade, é necessário ter pelo menos 15 anos de contribuição para ter direito ao benefício.

É importante destacar que contribuições em atraso ou com valores abaixo do salário mínimo não são consideradas no cálculo.

Planejamento previdenciário: considerou o tempo certo?

Se suas contribuições irregulares não totalizam os 15 anos necessários exigidos pela lei, existem duas saídas possíveis:

Se você trabalhou como empregado e não foi devidamente registrado, é possível recuperar o tempo de serviço do passado para preencher os requisitos necessários para a aposentadoria. Nesse caso, não é necessário pagar nada à Previdência, pois a responsabilidade pela falta de contribuição é do empregador.

Se você trabalhou por conta própria a partir de 2003, também é possível recuperar o tempo de contribuição sem custos adicionais ao INSS. Isso ocorre quando o trabalhador autônomo que presta serviços para uma empresa deveria ter tido o desconto de 11% da remuneração. Como essa responsabilidade é da empresa, o trabalhador não será prejudicado.

Como se aposentar por idade a partir dos 55 anos?

A regra comum é a aposentadoria por idade urbana ou híbrida (com tempo de contribuição urbano e rural alternados). Nesse caso, os homens podem se aposentar aos 65 anos e as mulheres aos 62 anos, uma novidade que passa a valer a partir de 2023.

No entanto, para trabalhadores rurais ou pessoas com deficiência, a idade mínima é menor:

55 anos para mulheres
60 anos para homens
Como dar entrada na aposentadoria por idade em 2023?

O processo de solicitação deve ser iniciado no INSS, sendo necessário recorrer à Justiça apenas em caso de discordância. O espelho do CNIS (Cadastro Nacional de Informações Sociais) será utilizado como referência, e é crucial garantir que esses dados estejam corretos para evitar problemas na aprovação do benefício.

Corrigir eventuais erros no banco de dados da Previdência é o primeiro passo para garantir uma análise precisa do pedido de aposentadoria, o que pode agilizar o processo de aprovação. O uso de tecnologias como o Robô do INSS pode facilitar essa análise.

To Top