Benefícios

Entenda as mudanças que podem ocorrer dentro do FGTS

Caixa PIS FGTS saques
gustavomellossa/Shutterstock.com

Entenda as mudanças que podem ocorrer dentro do FGTS Nesta quarta-feira (12), o Supremo Tribunal Federal (STF) pode transformar a vida de milhões de brasileiros ao decidir sobre a revisão do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Este julgamento, iniciado no ano passado, já conta com três votos favoráveis à mudança proposta pela Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) nº 5.090. A decisão pode alterar significativamente a rentabilidade das contas do FGTS e impactar diretamente os trabalhadores.

O Que Está em Jogo na Revisão do FGTS?

A ADI nº 5.090, movida pelo partido Solidariedade em 2014, questiona a atual fórmula de rentabilidade do FGTS, que utiliza a Taxa Referencial (TR) somada a juros de 3% ao ano. A argumentação do partido é que essa fórmula não protege adequadamente o poder de compra dos trabalhadores, resultando em perdas financeiras, pois a rentabilidade não acompanha a inflação.

Propostas em Análise

A proposta em análise pelo STF sugere a substituição da TR na fórmula de rentabilidade do FGTS. As alternativas consideradas são:

  • Inflação Oficial do País: Utilizar o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) ou o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).
  • TR + Taxa de Crescimento da Poupança.

Além disso, o STF deve decidir sobre a retroatividade das mudanças, ou seja, se os trabalhadores têm direito a uma indenização pelas perdas acumuladas no período em que a TR não acompanhou a inflação.

Impacto para os Trabalhadores

Se o STF aprovar a substituição da TR, os trabalhadores verão um aumento na rentabilidade de suas contas do FGTS. Isso significa:

  • Maior Rendimento: O saldo das contas do FGTS crescerá mais rapidamente, aumentando o valor disponível para saque.
  • Saldo Superior ao Sacar: Trabalhadores que realizarem saques terão acesso a valores mais elevados, refletindo a nova rentabilidade ajustada pela inflação.

Expectativas e Próximos Passos

Especialistas acreditam que o STF deve aprovar a substituição da TR, o que beneficiaria diretamente os trabalhadores. No entanto, o tribunal ainda precisa determinar quando as novas regras entrarão em vigor e se haverá compensação retroativa pelas perdas passadas.

O Futuro do FGTS

A decisão do STF sobre a revisão do FGTS representa uma mudança significativa na forma como os rendimentos das contas dos trabalhadores são calculados. Além disso, outras mudanças no FGTS estão em discussão e podem trazer ainda mais benefícios para os trabalhadores. Acompanhe de perto as atualizações sobre esse importante julgamento e fique atento aos seus direitos.

O que é o FGTS?

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) é constituído pelos saldos das contas vinculadas, formadas pelos depósitos realizados pelos empregadores em nome dos trabalhadores.

Por que o FGTS foi criado?

O Fundo nasceu com o objetivo de garantir ao trabalhador uma indenização pelo tempo de serviço nos casos de demissão sem justa causa e ainda propiciar a formação de uma reserva a ser utilizada por ele, quando de sua aposentadoria, ou por seus dependentes, quando do seu falecimento.

O FGTS pretendia ser também uma fonte de recursos para o financiamento de programas habitacionais, de saneamento básico e de infraestrutura urbana – o que hoje é uma realidade em todo o país.

Assim, o FGTS tornou-se uma das mais importantes fontes de financiamento habitacional, beneficiando o cidadão brasileiro, principalmente aquele de menor renda.

Como foi criado o FGTS?

O FGTS foi criado pela Lei nº 5.107, de 13 de setembro de 1966 e vigente a partir de 01 de janeiro de 1967. A lei nº 8.036, de 11 de maio de 1990, substituiu a lei nº 5.107 e, hoje, é a principal regulamentação do FGTS.

To Top