Benefícios

INSS: veja como verificar e ajustar suas contribuições

INSS CNIS Aposentadoria
Foto Governo do Brasil

Trabalhadores brasileiros têm enfrentado desafios ao verificar suas contribuições no Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS). Muitos notaram que suas remunerações estão registradas abaixo do salário mínimo, levantando preocupações sobre a validade dessas contribuições para fins previdenciários.

O Que é o CNIS?

O CNIS é uma ferramenta vital que armazena dados de emprego, previdência e sociais dos cidadãos. Ele é essencial para a administração de benefícios pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Importante destacar que o CNIS não é alimentado diretamente pelo INSS, mas sim pelas informações enviadas por empregadores e instituições financeiras.

Importância da Verificação Regular

Verificar regularmente o extrato do CNIS é crucial para garantir que todas as contribuições estejam corretas. Isso evita que os trabalhadores sejam prejudicados ao solicitar benefícios previdenciários. Recentemente, surgiram preocupações com remunerações reportadas abaixo do salário mínimo, o que pode afetar o direito a benefícios futuros.

Como Verificar e Ajustar o CNIS

Para os trabalhadores que descobrem remunerações abaixo do mínimo no CNIS, existem procedimentos para correção:

  1. Acessar o Meu INSS: O primeiro passo é acessar o aplicativo ou o site do Meu INSS e verificar o extrato detalhado das contribuições.
  2. Identificar Inconsistências: Se identificar remunerações abaixo do mínimo, o trabalhador deve considerar as opções de ajuste disponíveis.
  3. Ajustes Possíveis: Os ajustes podem ser feitos por meio de:
    • Uso de Remunerações Excedentes: Permite usar remunerações que excedam o mínimo para compensar outras competências.
    • Agrupamento de Competências: Combina várias remunerações inferiores ao mínimo para alcançar o valor requerido.
    • Complementação via DARF: Permite o pagamento da diferença necessária para atingir o mínimo.

Procedimento de Ajuste

Para realizar os ajustes, o trabalhador deve:

  1. Acessar o serviço específico no Meu INSS.
  2. Seguir as instruções para o ajuste escolhido.
  3. Gerar e pagar o DARF, se aplicável.

Consequências da Não Regularização

Falhar em regularizar as contribuições pode resultar em:

  • Perda de direitos previdenciários.
  • Benefícios calculados com valores inferiores ao devido.

Proteção e Direitos dos Trabalhadores

Os trabalhadores têm o direito de ajustar suas contribuições para garantir que todas as remunerações cumpram os requisitos mínimos e máximos estabelecidos pela legislação previdenciária. Essa regularização é essencial para assegurar o recebimento completo dos benefícios no futuro.

Emitir Extrato de Contribuição (CNIS)

É o documento que informa todos os seus vínculos, remunerações e contribuições previdenciárias,  encontrados no Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS).

É possível verificar 3 (três) tipos de extratos:

  • Relações Previdenciárias – com informações dos períodos trabalhados e/ou contribuídos;
  • Relações Previdenciárias e Remunerações  com informações dos períodos trabalhados e/ou contribuídos e os valores das remunerações;
  • Ano Civil – com informações das contribuições, ano a ano, a partir de 11/2019.

Este pedido é realizado totalmente pela internet, você não precisa ir ao INSS.

To Top