Benefícios

Caixa continuará financiando Minha Casa Minha Vida, diz presidente do banco

Recursos do Minha Casa Minha Vida acabam em junho, diz ministro

Caixa continuará financiando Minha Casa Minha Vida, diz presidente do banco. O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, disse que o programa Minha Casa Minha Vida (MCMV) seguirá sendo financiado pela instituição, ao mesmo tempo em que o banco irá ampliar o financiamento pelo Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimos (SBPE).

“O Minha Casa Minha Vida é um programa de Estado e a Caixa vai continuar prestando serviço para a sociedade”, disse, lembrando que esse “funding” vem do Orçamento Geral da União (OGU) e do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). “No faixa 1, executamos a coordenação da obra e vamos continuar, a partir de uma estratégia do Estado”, afirmou.

A faixa 1 atende as famílias mais pobres, com renda mensal de até R$ 1,6 mil, e conta com subsídios originados no Orçamento Geral da União (OGU) que cobrem até 90% do valor dos imóveis. Houve um contingenciamento de recursos no começo deste ano para o MCMV, que já voltou a funcionar, com exceção da faixa 1 onde ainda o setor sente restrições.

Do ponto de vista de SBPE, onde são utilizados recursos do próprio banco para o financiamento, Guimarães afirmou que a instituição pública quer crescer mais, lembrando ter havido retração nos últimos três anos. “É um crédito importante e temos um conhecimento histórico do mercado de crédito que tem de ser aproveitado. Vamos voltar a crescer nessa linha, sem mudança das taxas”, disse.

“A ideia é desburocratizar o processo no SBPE, para que possamos concorrer com os demais bancos no mercado e sermos, inclusive, protagonistas nesse financiamento”, acrescentou Jair Mahl.

O saldo da carteira de crédito habitacional cresceu 3,0%, para R$ 444,7 bilhões em dezembro, sendo R$ 265,2 bilhões com recursos FGTS e R$ 179,4 bilhões com recursos Caixa/SBPE. O banco público segue na liderança do segmento, com 68,8% de participação, ganho de 0,6 p.p em 12 meses.

Os contratos pela Caixa de Minha Casa Minha Vida somaram R$ 62,5 bilhões, ou 505.494 novas unidades habitacionais, das quais 21,1% na faixa 1 do programa.

Cynthia Decloedt
Estadao Conteudo
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

To Top