Wall Street tem alta acentuada com otimismo por estímulos na Alemanha

.

NOVA YORK (Reuters) – O mercado acionário dos Estados Unidos se recuperou nesta sexta-feira, à medida que uma retomada no fluxo do mercado de títulos e notícias de um possível estímulo econômico na Alemanha levaram investidores de volta às ações.

O Dow Jones fechou em alta de 1,20%, a 25.886,01 pontos. O S&P 500 subiu 1,44%, para 2.888,69 pontos, enquanto o Nasdaq Composto avançou 1,67%, para 7.895,99.

Embora tenham encerrado a sessão em alta, os três principais índices acionários norte-americanos acumularam a terceira semana consecutiva de perdas, afetados desde segunda-feira pela crescente animosidade comercial entre EUA e China, por fortes tensões geopolíticas e por sinais do mercado de títulos que acenderam os temores de uma iminente recessão.

A coalizão governamental da Alemanha estaria disposta a suspender sua equilibrada lei orçamentária e assumir dívidas, segundo o Der Spiegel, elevando as expectativas de que a maior economia da Europa possa se afastar da recessão e amenizando temores a respeito de uma desaceleração econômica global.

“O mercado está em busca de algumas notícias positivas antes do final de semana”, disse Mark Kepner, operador da Themis Trading.

As expectativas de um estímulo alemão ajudaram o rendimento dos Treasuries de dez anos a avançar de mínimas de três anos após uma semana tumultuada, na qual o “yield” do título de dez anos recuou para nível abaixo do de dois anos, um clássico alerta vermelho para recessão.

O avanço dos rendimentos dos Treasuries deu um impulso aos bancos, que são sensíveis às taxas, fazendo com que o índice bancário do S&P 500 ganhasse 2,6%.

(Reportagem de Stephen Culp; reportagem adicional de Alden Bentley)