Metalúrgico espera análise para recebimento no INSS
Benefícios

Metalúrgico espera análise para recebimento no INSS

Metalúrgico espera análise de benefício

Metalúrgico espera análise para recebimento no INSS. O metalúrgico Antônio Carlos Batista, 59 anos, era aposentado por invalidez até julho de 2018, quando o benefício foi cortado pelo pente-fino do INSS.

“Por isso, em março deste ano, demos entrada em novo pedido de benefício, de aposentadoria por tempo de contribuição”, diz a esposa Adriana Batista, 47 anos.

Segundo ela, o marido tem o tempo total exigido, contabilizando o período em que exerceu atividade especial como montador de linha em uma fábrica.

O aposentado Antônio Carlos Batista, 59 anos, aguarda a aposentadoria por tempo de contribuição: “O atual benefício será cortado em janeiro e já não temos como pagar as contas”, diz a esposa Adriana – Martha Salomão/Folhapress

“Acontece que, mais de oito meses depois, o benefício continua em análise, mesmo depois de termos entrado com mandado de segurança no INSS.”

Adriana explica que a situação financeira da família tem se agravado pela redução crescente no recebimento das mensalidades da antiga aposentadoria por invalidez, que vai sendo diminuída aos poucos.

“O benefício que ele recebe, que já estava sendo consumido por empréstimos, agora é de apenas 25% do valor cheio. Em janeiro, vão se completar 18 meses e o pagamento será encerrado por completo.”

A esposa diz que o casal está sem pagar despesas básicas e que tem de cuidar de um neto de quatro anos.

“Não sei mais a quem posso recorrer”, diz.

INSS diz faltar parecer médico

O INSS afirma que o pedido de aposentadoria por tempo de contribuição está em análise, aguardando parecer do médico perito sobre a documentação da atividade especial exercida.

“Tão logo seja feita a análise, o processo poderá ser concluído. Se toda a documentação estiver correta e a aposentadoria for concedida, o segurado receberá o benefício retroativamente à data em que foi requerido”, diz o órgão em nota.

To Top