INSS está avisando por carta Benefícios suspeitos de fraude
Benefícios

INSS está avisando por carta Benefícios suspeitos de fraude

INSS Previdência social

INSS está avisando por carta Benefícios suspeitos de fraude. O INSS informou que está notificando 1,84 milhão de beneficiários cujos pagamentos possuem indícios de irregularidades. Se confirmadas, as suspeitas podem resultar na suspensão dos benefícios, que incluem aposentadorias, pensões e BPC/Loas. O EXTRA teve acesso ao modelo da carta que é enviada aos segurados. No caso do recebimento de outro tipo de correspondência, o beneficiário deve verificar se trata-se de golpe.

A carta enviada pelo INSS informa sobre a necessidade de “reavaliar a documentação que embasou a concessão do benefício”, e dá um prazo de 60 dias para que o aposentado ou pensionista compareça a uma agência da Previdência Social para apresentar os documentos solicitados: CPF, identidade, certidão de nascimento ou casamento, além de carteira de trabalho.

No caso da pensão por morte, é necessário apresentar ainda a certidão de óbito e os documentos originais ou cópia autenticada do titular.

Caso o segurado receba alguma correspondência que solicite a entrega de documentos para motoboys ou ainda em locais que não sejam uma agência da Previdência, deve desconsiderar a carta. Em caso de dúvidas, o beneficiário pode entrar em contato com a central telefônica 135.

O pente-fino nos benefícios com indícios de irregularidades teve início no dia 12 de julho. Nesta semana, o instituto informou que a revisão já resultou no cancelamento e na suspensão de 261.300 benefícios, gerando uma economia de R$ 336 milhões. Esse montante, em um ano, chegará a R$ 4,3 bilhões. A meta é bater R$ 10 bilhões por ano.

Veja a carta

A carta enviada aos beneficiários do INSS informa que o prazo para apresentação da documentação é de 60 dias
To Top