Eduardo Paes vira alvo de dois inquéritos após delação de Cabral
Últimas Notícias

Eduardo Paes vira alvo de dois inquéritos após delação de Cabral

portalmixvaleultimasnoticias1200 (1)

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) – Dois inquéritos abertos pelo ministro Edson Fachin, do STF (Supremo Tribunal Federal), com base na delação de Sérgio Cabral têm como personagem principal o ex-prefeito Eduardo Paes (DEM).
Um se refere à doação de R$ 200 mil do empresário Marcelo Limírio à campanha de Pedro Paulo à prefeitura carioca em 2016.
Cabral disse que intermediou a doação e que, em troca do repasse, Limírio exigiu que um alvará de funcionamento do Hotel Nacional, no qual tinha participação, fosse expedido pela gestão Paes, à época prefeito. O hotel foi reaberto em dezembro de 2016 e a doação declarada à Justiça Eleitoral.
O ex-governador disse também que distribuiu via caixa dois R$ 30 milhões a candidatos ao Senado do MDB em 2014 com recursos obtidos ilegalmente por Paes.
Paes e Pedro Paulo afirmaram que Cabral mente em sua delação. O ex-prefeito associou a divulgação quando anuncia ser pré-candidato à Prefeitura. O deputado diz que a doação foi declarada à Justiça. Limirio não foi localizado.

To Top