Auxílio Emergencial liberado para Compras com maquininha e débito virtual
Auxílio Emergencial

Auxílio Emergencial liberado para Compras com maquininha e débito virtual

INSS Previdência Pente-Fino Revisão Antencipação Salário Social Reforma da Previdência Aposentadoria Benefícios FGTS Bolsa Família Nis CNIS Extrato Banco Governo Pis Pasep Pis-Pasep Aposentado Idoso FGTS Caixa Banco do Cálculo Demora Brasil Maternidade Auxílio-Reclusão Saques Pagamento Vencimento Retiradas Refis MeuINSS Auxílio-Doença Aposentadoria Por Invalidez Contribuição BPC-Loas Pensão por Morte Pensionista Empréstimo MEi Consignado auxílio emergencial

Auxílio Emergencial liberado para Compras com maquininha e débito virtual. No início do calendário do saque em dinheiro da 2ª parcela do Auxílio Emergencial, o volume de transações através do aplicativo CAIXA Tem superou o número de saques. Nos dias 30 e 31 de maio, foram realizados aproximadamente 500 mil saques, enquanto as movimentações pelo aplicativo superaram 735 mil operações. Com isso, o fluxo de pessoas nas agências segue controlado, sem aglomerações e de forma escalonada.

Pagamentos do auxílio emergencial pela Caixa: Acompanhe as liberações(Abre numa nova aba do navegador)

A CAIXA já pagou R$ 76,6 bilhões para 58,6 milhões de brasileiros. Através do aplicativo CAIXA Tem, os usuários podem fazer compras em estabelecimentos que têm a maquininha, sem que o  beneficiário precise esperar o calendário de saque para começar a movimentar os recursos.

“O reflexo da atuação da CAIXA se pode notar claramente nas agências, que estão sem filas, sem aglomeração”, explica o presidente da CAIXA, Pedro Guimarães. “A forma como reorganizamos o escalonamento de saque, bem como a utilização crescente dos meios virtuais para movimentar os recursos, dão mais segurança e tranquilidade para a população receber o Auxílio Emergencial”, completa.

Micro e Pequenas Empresas e empregadores também contam com apoio da CAIXA

Auxílio Doença: Idoso tenta receber do INSS(Abre numa nova aba do navegador)

A CAIXA já contratou mais de R$ 6,3 bilhões para as Micro e Pequenas Empresas (MPE) de 16 de março até 31 de maio de 2020. O valor é o dobro do concedido em 2019, em comparação com o mesmo período.

“Isso demonstra que a CAIXA está operando em todas as frentes para ajudar a população brasileira nesse momento difícil”, afirma Guimarães.

Como ficou o BPC do INSS na pandemia de coronavírus?(Abre numa nova aba do navegador)

Mais um recurso pago pela CAIXA é o Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda (BEm). Já foram creditados R$ 2,7 bilhões para 2,8 milhões de trabalhadores. “O programa tem tido um número crescente de adesão”, destaca o presidente da CAIXA, Pedro Guimarães. “O benefício é muito importante porque ajuda o trabalhador, que mantém sua renda e emprego, e também o empregador, pois com a desoneração da folha de pagamento pode manter seus negócios”, completa o presidente do banco.

To Top