Agrishow é adiada para 2021 por medidas contra coronavírus
Africa

Agrishow é adiada para 2021 por medidas contra coronavírus

SÃO PAULO (Reuters) – A Agrishow, uma das maiores feiras de máquinas e tecnologias agrícolas do mundo, que se realiza anualmente em Ribeirão Preto (SP), foi adiada para 2021, em meio a medidas para combater o coronavírus, segundo nota publicada nesta quinta-feira pelos organizadores.

O evento, que gerou quase 3 bilhões de reais em negócios em 2019, acontece normalmente entre o final de abril e início de maio, mas neste ano os organizadores haviam suspendido a feira, aguardando diretrizes para anunciar nova data.

A 27ª edição da feira agora será realizada entre 26 a 30 de abril, disse a comissão organizadora, acrescentando que estava aguardando as orientações do governo do Estado de São Paulo e da Prefeitura de Ribeirão Preto em relação à reabertura gradual dos negócios e de grandes eventos, para a confirmação da nova data.

Segundo a organização da Agrishow boa parte dos equipamentos expostos na feira são de grande porte, e “isso demanda tempo de preparação e muitas vezes liberação alfandegária, bem como um longo período de planejamento minucioso para que esses equipamentos sejam expostos no evento”.

A montagem do complexo habitualmente leva cerca de 40 dias.

A expectativa da Agrishow era atrair este ano mais de 150 mil visitantes e 800 marcas de expositores.

(Por Roberto Samora)

tagreuters.com2020binary_LYNXMPEG532GE-BASEIMAGE

To Top