Até fim de outubro BPC e auxílio-doença prorrogados pelo INSS
Principais notícias de benefícios do Brasil - INSS – Bolsa Família – FGTS – BPC – Cadastro Único – Pis-Pasep – Loterias – Minha Casa Minha Vida – Seguro Desemprego - Aposentadoria
Benefícios

Até fim de outubro BPC e auxílio-doença prorrogados pelo INSS

Até fim de outubro BPC e auxílio-doença prorrogados pelo INSS. O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) vai prorrogar até 31 de outubro a antecipação do pagamento do BPC (benefício de prestação continuada) e do auxílio-doença.

O decreto do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) foi publicado em edição extra do “Diário Oficial” na noite desta quinta-feira (2).

INSS cria entrega de documento sem contato para aposentadoria(Abre numa nova aba do navegador)

O governo alega que o atendimento presencial nas agências da Previdência Social está prejudicado por causa da pandemia de Covid-19 e que, embora esteja previsto o retorno gradual a partir de 13 de julho, sabe-se que nem todas as unidades estarão totalmente aptas para atender o público.1 6

Brasileiros na fila do INSS

A autônoma Angélica da Rocha Pinheiro, 35, aguarda concessão de benefício desde maio de 2019 Rivaldo Gomes/Rivaldo Gomes/Folhapress

800 serviços gratuitos durante o coronavírus(Abre numa nova aba do navegador)

Diante deste cenário, o governo autorizou que os beneficiários possam receber antecipadamente, evitando que milhões de pessoas fiquem sem assistência durante este período.

A lei nº 13.982 previa autorização para que o INSS antecipasse um salário-mínimo por mês para beneficiários do BPC e do auxílio-doença durante o período de três meses a partir da publicação, em abril.

Auxílio Doença: INSS nega 13 vezes o beneficio(Abre numa nova aba do navegador)

Segundo o decreto desta quinta, a operacionalização das antecipações será disciplinada conjuntamente pelo Ministério da Cidadania, pelo INSS e pela Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

Até fim de outubro BPC e auxílio-doença prorrogados pelo INSS
To Top