Chamado de ‘tio louco do Twitter’, Trump cai em fake news de site satírico

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Horas depois de ser chamado de “tio louco que retuíta qualquer coisa” pela jornalista Savannah Guthrie durante entrevista à emissora NBC, o presidente dos EUA, Donald Trump, caiu nesta sexta-feira (16) em uma fake news publicada pelo site satírico The Babylon Bee.

Em reação ao Twitter, que bloqueou o compartilhamento de reportagem do New York Post contra Joe Biden, o republicano compartilhou o conteúdo sem fazer nenhuma menção à verve humorística do site, que zombou do fato de o Twitter ter enfrentado problemas técnicos na quinta-feira (15).

No deboche, o Babylon Bee afirma que a rede social desativou a plataforma inteira para brecar a disseminação do artigo do tabloide americano sobre o candidato democrata.

“Uau, isso nunca foi feito na história. Por que o Twitter está fazendo isso?”, escreveu o presidente.

Usuários do Twitter responderam à publicação do líder americano destacando a descrição do próprio site satírico na rede social: “Fake news que você pode confiar”. Outros ironizaram, questionando “quem vai contar para ele?”.

O Babylon Bee, que segue linha similar à do site brasileiro Sensacionalista, aproveitou a postagem para zombar de Trump. Na manhã desta sexta, publicou link com o título “Presidente Trump declara The Babylon Bee sua mais confiável fonte de notícias”.

O republicano foi questionado sobre seu hábito de alimentar teorias da conspiração durante entrevista à NBC na noite desta quinta, em substituição ao debate entre os candidatos à Presidência dos EUA, cancelado na semana passada.

O exemplo mencionado foi a ocasião em que Trump compartilhou mensagem que colocava em dúvida a morte do líder terrorista Osama Bin Laden durante o governo de Barack Obama. Em sua defesa, o republicano nisso que estava apenas repostando “a opinião de alguém”.

Na sequência, ouviu da moderadora da entrevista que ele “não é um tio louco que pode retuitar qualquer coisa”. “Você é o presidente!”, disse a jornalista.