Woody Allen diz que documentário da HBO sobre acusações de abuso contém "falsidades"
Celebridades

Woody Allen diz que documentário da HBO sobre acusações de abuso contém “falsidades”

Woody Allen diz que documentário da HBO sobre acusações de abuso contém "falsidades"

Woody Allen e sua esposa Soon-Yi Previn fizeram críticas a um novo documentário da HBO que reexamina uma acusação de décadas atrás de que o cineasta vencedor do Oscar teria molestado sua filha adotiva Dylan Farrow, chamando a série televisiva de “crítica feroz repleta de falsidades”.

A HBO estreou o primeiro episódio da série documental de quatro capítulos “Allen v. Farrow” no domingo. A série inclui longas entrevistas com a ex-companheira de Allen Mia Farrow e com Dylan Farrow, que repetiram a acusação de que Allen abusou sexualmente de Dylan em 1992, quando ela tinha sete anos de idade.

A série também contém novo material, incluindo entrevistas com pessoas que conheciam a família.

Pouco depois da transmissão do primeiro episódio, um porta-voz de Allen e Previn emitiu um comunicado dizendo que os autores do documentário “não têm interesse na verdade”.

“Em vez disso, passaram anos colaborando veladamente com os Farrows e seus potencializadores para montar uma crítica feroz repleta de falsidades”, diz a nota. “Como é sabido há décadas, essas acusações são categoricamente falsas”, acrescenta.

Allen, diretor vencedor do Oscar por “Noivo Neurótico, Noiva Nervosa” e outras comédias, já negou repetidamente a acusação de que teria molestado Dylan Farrow. Ele não participou do documentário.

O cineasta de 85 anos há muito defende a tese de que Mia Farrow fabricou a acusação de abuso contra ele e a plantou na mente de Dylan após descobrir que Allen tinha um caso com a filha adotiva da atriz, Previn, que tinha então 22 anos.

(Reportagem de Lisa Richwine)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH1L1E1-BASEIMAGE

To Top