Com ida direta à Libertadores, Atlético-MG evita pressa por novo técnico
Últimas Notícias

Com ida direta à Libertadores, Atlético-MG evita pressa por novo técnico

portalmixvalenoticias-1280x728-1

BELO HORIZONTE, MG (UOL/FOLHAPRESS) – Esta terça-feira (23) começou movimentada no centro de treinamento do Atlético-MG, por causa da entrevista do diretor de futebol do clube, Rodrigo Caetano. O dirigente iniciou tratando do tema mais quente do momento: a saída de Jorge Sampaoli.

“Essa coletiva é para oficializar a saída do nosso treinador, para fazer, neste momento, os agradecimentos necessários e pertinentes ao Sampaoli, por vários motivos, não só pelo desempenho desportivo, mas pelo tanto que ele aportou na Cidade do Galo, no Clube Atlético Mineiro”, agradeceu.

Desde que a possibilidade da saída de Sampaoli —alvo do Olympique de Marselha (FRA)— surgiu, alguns nomes de treinadores começaram a surgir como possibilidades. Renato Gaúcho, em fim de contrato no Grêmio, é um dos preferidos e seria o primeiro da lista de desejos do presidente Sérgio Coelho e do grupo colegiado formado pelos mecenas que injetam dinheiro no Atlético-MG.

Porém, para ter o treinador, será preciso paciência, já que Portaluppi está focado na decisão da Copa do Brasil pelo Grêmio —que decide o título com o Palmeiras a partir de domingo (28)— e ainda teria uma conversa definitiva com o presidente gremista sobre renovação contratual.

Apesar de outros nomes terem surgido, como o do português Leonardo Jardim e o de Cuca, que saiu do Santos, a diretoria do Atlético-MG afirma que trabalhará com calma para a escolha do novo comandante —e já negou, em nota oficial, ter ido em busca de Guto Ferreira.

“Nós vamos ter a calma. O Jorge, ontem, que nos comunicou oficialmente, e nós, a partir de hoje, com o presidente e o órgão colegiado, vamos debater o perfil de quem será o comandante. Por conta da classificação direta para a fase de grupos da Libertadores, entendemos que temos um tempo necessário para a escolha”, explicou Rodrigo Caetano.

“Todos vocês sabem que o projeto do Galo é de médio a longo prazo. Então, a ideia é que tenhamos um técnico que possa dar continuidade a tudo que foi feito de bom aqui e, tomara Deus, ter tempo necessário para desenvolver também sua metodologia de trabalho”, completou.

To Top