SP vai contratar 20 mil pais de alunos para trabalharem em escolas estaduais
Últimas Notícias

SP vai contratar 20 mil pais de alunos para trabalharem em escolas estaduais

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O governador João Dória (PSDB) anunciou nesta quarta-feira (7) a contratação de 20 mil pais e mães de alunos da rede estadual de ensino para atuarem no retorno às aulas. A proposta é que cada um receba R$ 500 por até quatro horas de trabalho diárias.

“Estamos acompanhando o crescimento acelerado da pobreza, da miséria, da vulnerabilidade em São Paulo e no Brasil. Um governo responsável segue dando atenção à saúde e à vida, mas também pelo alimento e proteção social”, disse o governador.

O anúncio foi feito durante entrevista coletiva nesta quarta-feira (7) para falar das medidas do estado no enfrentamento ao novo coronavírus. Os detalhes de como será a escolha, o processo seletivo e o prazo de contratação não foram divulgados. A responsabilidade pelo programa será da Secretaria Estadual de Educação, porém, o responsável pela pasta, Rossieli Soares, não estava entre os secretários presentes na coletiva à imprensa.

Essa não é a primeira vez que os responsáveis pelos alunos são recrutados para atuar nas escolas. No dia 15 de fevereiro, a reportagem revelou que o prefeito Bruno Covas (PSDB) iria contratar até 5.000 mães de alunos para atuar como agentes de protocolo contra a Covid-19. O diferencial do programa do estado é a inclusão também dos pais.

R$ 1 bilhão Essa força de trabalho integrará o Bolsa do Povo, que unifica as transferências de renda espalhadas em diversas secretarias estaduais. A ação se assemelha à criação do Bolsa Família, que, por meio de uma medida provisória do então presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em 2003, unificou e ampliou os programas de seus antecessores.

No caso de Dória, o Bolsa do Povo irá reajustar os valores de programas tais como o Ação Jovem (Educação) e Renda Cidadã (Assistência Social), que passarão dos atuais R$ 80 para R$ 100. Os outros programas que serão reunidos no Bolsa Família são: trabalho, aluguel social, talento esportivo e via rápida.

Na apresentação do programa, o vice-governador Rodrigo Garcia, que também é secretário de governo e ficará à frente do programa, afirmou que serão investidos só neste ano R$ 1 bilhão no Bolsa do Povo.

To Top