Polícia foi acionada 9 vezes na casa de Harry e Meghan em menos de 1 ano nos EUA
Últimas Notícias

Polícia foi acionada 9 vezes na casa de Harry e Meghan em menos de 1 ano nos EUA

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A vida do príncipe Harry, 36, e Meghan Markle, 39, tem sido longe de poder ser considerada calma nos Estados Unidos. Desde que eles se mudaram para Montecito, no sul do estado da Califórnia, em julho de 2020, a polícia já recebeu nove chamadas vindas da residência do casal.

Segundo o jornal britânico Daily Telegraph informou nesta quinta-feira (8), o Gabinete do Xerife do Condado de Santa Bárbara respondeu a chamadas listadas como solicitações de telefone, ativações de alarme e crimes contra a propriedade.

Em julho, foram quatro chamados, todos nas primeiras horas da manhã. Uma das ligações foi classificada como um pedido de informação, enquanto as demais foram “ativações de alarme”.

Em agosto, houve ainda um “incidente de prioridade diversa” e, depois, em novembro, houve mais uma “ativação de alarme”. Na véspera de Natal, ocorreu o incidente que parece ter sido mais grave. Às 16h13, um homem invadiu a propriedade, de acordo com os dados obtidos pelo jornal.

O invasor, um homem de 37 anos, foi preso sob a acusação de invasão de propriedade. Ele foi liberado depois.

Dois dias depois, no dia 26 de dezembro, a polícia foi chamada novamente, às 14h54, para uma ocorrência listada como “crime de propriedade”. O chamado mais recente, também uma “ativação de alarme”, foi registrado às 2h21 da madrugada do dia 16 de fevereiro.

Representantes de Harry e Meghan não comentaram os chamados. Porém, na recente entrevista que o casal deu à apresentadora Oprah Winfrey, 67, eles comentaram que a segurança era uma preocupação deles, que moram com o filho Archie, de 1 ano. Eles esperam uma menina para junho.

“A maior preocupação foi enquanto estávamos no Canadá, na casa de outra pessoa, então fui informado, em um curto espaço de tempo, que a segurança seria removida”, lembrou ele. “A esta altura, cortesia do Daily Mail, o mundo já sabia nossa localização exata.”

“Então, de repente, ocorreu-me: ‘Espere um segundo, as fronteiras podem ser fechadas [por causa da pandemia], vamos ter nossa segurança removida, quem sabe quanto tempo vai durar o bloqueio, o mundo sabe onde estamos, não é seguro, não é seguro, provavelmente precisamos sair daqui'”, acrescentou.

Meghan disse durante a entrevista que escreveu cartas à família real britânica implorando para que a segurança pessoal do marido não fosse retirada. Ela afirmou que ele havia recebido ameaças de morte e disse que o fato de o filho não ter recebido um título real havia o privado de receber auxílio da coroa.

Harry admitiu que “nunca pensou” que teria seu sua segurança particular retirada quando o casal se retirasse da monarquia. “Eu nasci nesta posição. Eu herdei o risco. Então isso foi um choque para mim”, afirmou.

To Top