Veja o cronograma adiado do Encceja
Benefícios

Veja o cronograma adiado do Encceja

encceja

Veja o cronograma adiado do Encceja A prova que dá certificação para jovens e adultos que não concluíram os estudos, o Encceja, foi adiada de 25 de abril para 29 de agosto. Com isso, os interessados terão um tempo maior para se prepararem.

Encceja é a sigla para Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos.

  • Com ele, é possível ter um certificado, uma espécie de “diploma” sem passar pela escola
  • É uma avaliação dos conhecimentos do candidato
  • Não é como um vestibular, em que há uma classificação de aprovados

As inscrições para prestar a edição atual acabaram em janeiro passado. O próximo edital ainda será anunciado.

Ao todo, estão confirmados neste ano 1.630.046 participantes.

  • A maioria (1.328.608) fará a prova para obter certificado do ensino médio
  • Outros 301.438 farão provas para a proficiência do ensino fundamental

No país, há 69,5 milhões que poderiam fazer a prova. São pessoas com mais de 25 anos que não concluíram a educação básica. O número representa 51,2% desta parcela da população.

Segundo Priscila Correa Campos, coordenadora pedagógica do Descomplica, há dois perfis de candidatos que buscam o Encceja:

  • Jovens que desistiram de estudar há poucos anos, por desinteresse na escola ou pressão por trabalho;
  • Adultos que deixaram a escola há mais tempo e agora buscam certificado para ter um aumento salarial, promoções na carreira ou melhores oportunidades de emprego.

O professor Tiago Dias, do canal de YouTube “Termine Seus Estudos”, que ajuda na preparação do Encceja, afirma que “as provas são mais simples do que as pessoas esperam”.

Como é a prova do Encceja?

O Encceja não é uma prova classificatória, como são os vestibulares. É uma prova de proficiência, ou seja, mede os conhecimentos adquiridos em cada área.

Assim, é possível pensar a prova em módulos separados. O candidato pode, em uma edição, ter nota suficiente para obter certificado em história e, no ano seguinte, fazer as demais onde não pontuou o mínimo necessário, explica Priscila Campos. A opção pelas provas é feita no ato da inscrição.

São quatro provas objetivas, cada uma com 30 questões cada e quatro possibilidades de resposta (das letras ‘a’ até ‘d’). O exame também inclui uma redação de até 30 linhas. O modelo é de texto dissertativo-argumentativo, o mesmo do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

As provas para certificado do ensino fundamental são:

  • ciências naturais
  • matemática
  • língua portuguesa, língua estrangeira, artes, educação física
  • história e geografia
  • redação

No ensino médio, são provas de:

  • ciências da natureza e suas tecnologias
  • matemática e suas tecnologias
  • linguagens, códigos e suas tecnologias
  • ciências humanas e suas tecnologias
  • redação

Todas as provas são aplicadas no mesmo dia, de manhã e à tarde (veja cronograma abaixo).

Para obter o certificado, o participante deverá atingir no mínimo 100 pontos em cada uma das provas, em uma escala de 60 a 180. Na redação, é preciso ter nota igual ou acima de 5.

O exame é feito pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), do Ministério da Educação (MEC).

Novo cronograma do Encceja 2020

Após o adiamento do exame, o cronograma ficou assim:

  • Provas: 29 de agosto
  • Local de prova: ainda será divulgado
  • Abertura dos portões: 8h e 14h30
  • Fechamento dos portões: 8h45 e 15h15
  • Horário das provas: das 9h às 13h e das 15h30 às 20h30
  • Pedidos de reaplicação: até cinco dias após a prova
  • Gabaritos: até 10 de setembro
  • Resultados: data ainda será divulgada

De manhã, as provas para o ensino fundamental serão de ciências naturais e matemática; de tarde, de língua portuguesa, língua estrangeira moderna, artes, educação física, redação, história e geografia.

No ensino médio, as provas da manhã serão de ciências na natureza e suas tecnologias e matemática e suas tecnologias; de tarde, são de linguagens, códigos e suas tecnologias e de ciências humanas e suas tecnologias.

O uso de máscaras de proteção facial será obrigatório durante a prova.

Como estudar para o Encceja?

  • Faça provas antigas

Para se preparar para as provas, o Inep orienta que os candidatos estudem por meio dos materiais disponíveis gratuitamente e refaçam os testes de anos anteriores para saber como os conteúdos caem no exame.

“Os candidatos vão entender os formatos das questões, o estilo da cobrança e treinar o tempo gasto na resolução”, afirma Campos.

  • Cronometre o tempo em cada pergunta

O candidato terá cerca de quatro minutos para resolver cada questão. Se tiver dificuldade e demorar, a dica é passar adiante para resolver as outras perguntas. Depois, se sobrar tempo, o candidato poderá voltar ao tema que não soube responder.

  • Leia bem a questão

Para Tiago Dias, a dica é prestar atenção no enunciado. “Minha dica é: primeiro, leia o enunciado, depois o texto, porque aí o candidato já vai saber qual pergunta responder, e vai procurar esta resposta no texto”, aconselha.

  • Pratique a redação

Priscila Campos afirma que o modelo de redação do Encceja é o mesmo do Enem: texto dissertativo-argumentativo. “Para redigi-lo, o candidato terá mais de um texto de apoio e será preciso obedecer a algumas regras básicas, como organizar as ideias em parágrafos, defender seu ponto de vista com argumentos e concluir o pensamento. O limite máximo da redação do Encceja são 30 linhas.”

Assim, além de buscar redações antigas do Encceja, também é possível pesquisar como fazer redações para o Enem.https://tpc.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

Confira abaixo uma seleção de estudos para a prova:

1) Ensino fundamental:

Matemática

Ciências

História e geografia

Língua portuguesa, língua estrangeira, artes e educação física

Fonte G1

To Top