Últimas Notícias

Jornal inglês coloca 4 brasileiros na lista dos 60 maiores talentos da geração de 2004

BELO HORIZONTE, MG (UOL/FOLHAPRESS) – O Brasil, celeiro de jovens promissores no futebol, emplacou quatro jogadores na lista dos 60 maiores talentos da modalidade com nascimento no ano de 2004 produzida pelo jornal inglês The Guardian e anunciada nesta quinta-feira (7).

A publicação citou o ponta-direita santista Ângelo, o atacante atleticano Sávio, o centroavante botafoguense Matheus Nascimento e o lateral direito do Internacional Vinícius Tobias —este último já vendido ao Shakhtar Donetsk (UCR)— como os representantes brasileiros do guia.

Sobre Ângelo, do Santos, o jornal destaca o “poder de fogo” do atacante, o mais jovem jogador a marcar gol em uma edição de Copa Libertadores —aos 16 anos, quatro meses e 16 dias—, quebrando recorde que durava desde 1962.

O tento foi assinalado contra o San Lorenzo (ARG) na partida de ida da terceira fase da Libertadores de 2021. “Aos 15 anos, 10 meses e quatro dias, ele também se tornou o segundo jogador mais jovem a fazer sua estreia no Santos, batendo até mesmo o rei Pelé”, destacou ainda a publicação.

O The Guardian também afirma que o Santos é uma fábrica de estrelas, mencionando carreiras como a de Neymar, Robinho e Rodrygo, este último vendido pelo clube alvinegro ao Real Madrid (ESP) em 2018 —cuja transferência ocorreu em 2019 por questões de idade.

“Seu estilo é parecido com o de Rodrygo, mistura técnica e grande potência no drible”, completou o The Guardian.

Já Matheus Nascimento, do Botafogo, foi apresentado pela publicação como “Pequeno Cavani”, pelo estilo de jogo e os cabelos longos.

“Ele é o atacante mais promissor há anos em um país que teve problemas no ataque nas últimas duas Copas do Mundo. Está no Botafogo desde 2015, quando chamou a atenção dos treinadores do clube, que viram seu potencial”, publicou o Guardian.

Sobre Sávio, do Atlético-MG, o jornal inglês apontou que ele é um dos jovens mais hábeis da geração. O próprio jogador, em entrevista publicada pelo Guardian, citou que seu ídolo é Ronaldinho Gaúcho, campeão da Libertadores com a camisa atleticana, em 2013.

“Savinho tem a alegria do futebol dentro de si e tem os movimentos do futebol brasileiro (…) e fez sua estreia profissional em setembro de 2020, com 16 anos, cinco meses e dias bonitos, quebrando o recorde de Reinaldo de ser o jogador mais jovem a jogar pelo clube no Brasileirão”, destacou.

Ao tratar de Vinicius Tobias, o jornal afirmou que ele foi contratado pelo Shakhtar Donetsk após trabalho do olheiro Jos Boto —na visão do observador, o jovem é um camisa 10 que atua na ala. O Guardian ainda narrou parte da história de vida do garoto.

“Tem a história típica de um jogador de futebol brasileiro de origem pobre que via no esporte uma forma de ter uma vida melhor. Nascido em São Paulo e criado na Favela do Buraco Quente com cinco irmãos, não teve uma educação fácil”, publicou o jornal.

A lista com promessas sub-18 é elaborada anualmente pelo The Guardian e carrega o nome Next Generation (“Próxima Geração”, em tradução do inglês).

To Top