Ludmila é convocada para defender seleção feminina nos jogos diante da Austrália
Esporte

Ludmila é convocada para defender seleção feminina nos jogos diante da Austrália

portalmixvalegoogle

A atacante Ludmila, do Atlético de Madrid, da Espanha, foi convocada nesta terça-feira pela técnica sueca Pia Sundhage para defender a seleção brasileira feminina na Data Fifa de outubro. A equipe nacional terá pela frente dois jogos preparatórios diante da Austrália, nos próximos dias 23 e 26, na Commbank Stadium, em Sydney.

A atleta foi chamada para a vaga da atacante Nycole, do Benfica, de Portugal. O departamento médico da seleção feminina foi informado pelos médicos do clube português que a atacante sofreu uma lesão no joelho esquerdo – a ruptura do ligamento cruzado anterior (LCA) -, impossibilitando a apresentação da atleta no período de Data Fifa.

Na última sexta-feira, as convocadas foram as meio-campistas Andressa Alves, da Roma (Itália), e Ana Vitória, também do Benfica. As atletas foram chamadas para as vagas da defensora Rafaelle, do Changchun Dazhong, e da atacante Bia Zaneratto, do Wuhan Xinjiyuan. Devido às políticas sanitárias de retorno para a China, com a necessidade de quarentena de 28 dias por causa da pandemia do novo coronavírus, a comissão técnica juntamente com as atletas entenderam que, para preservar a saúde mental e física, a convocação neste momento seria inviável.

Para os jogos contra a Austrália, Pia Sundhage convocou uma estreante em seleção brasileira. É Karen, de 28 anos, do Minas Brasília-DF, que entrou no lugar de Bárbara, a mais experiente da equipe nos últimos anos, mas que foi alvo de críticas pelas atuações abaixo do esperado nos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020. Ela já havia ficado fora da lista de convocadas para os amistosos contra a Argentina, em setembro.

Será a primeira oportunidade de Karen sob o comando da treinadora sueca, que chamou ainda as goleiras Letícia, do Benfica, e Lorena, do Grêmio.

A lista de 23 jogadores tem ainda atletas que estão voltando ao time, após ficarem fora da relação dos últimos amistosos, ambos contra a Argentina. Além de Lorena, voltam à seleção as defensoras Katrine e Thais, do Palmeiras, e Bruninha, do Santos. Também está de retorno à equipe nacional a meia Adriana, cortada da lista da Olimpíada por questões físicas. A jogadora precisou passar por uma cirurgia no joelho esquerdo.

Pia Sundhage decidiu convocar atletas que haviam ficado de fora da última lista, quando optou por dar chance a novas jogadoras. A treinadora promoveu diversos testes, visando a renovação do time, no início do novo ciclo da seleção, cujo foco agora é o Mundial de 2023, na Austrália e Nova Zelândia, e a Olimpíada de Paris-2024, na França.

Assim, voltam a ganhar espaço na seleção atletas como Júlia Bianchi e Giovana. Todas estiveram na frustrada campanha brasileira na Olimpíada de Tóquio, quando o time foi eliminado nas quartas de final, apesar de ser cotado para brigar pelo pódio.

To Top