Brasil

Bolsonaro comemora PEC dos Precatórios e indicação de Mendonça para STF

Bolsonaro comemora PEC dos Precatórios e indicação de Mendonça para STF

O presidente Jair Bolsonaro comemorou as vitórias em votações no Senado nesta semana, citando a aprovação da PEC dos Precatórios em segundo turno nesta quinta-feira e a chancela à indicação do nome de André Mendonça para uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF), na véspera.

Ao referir-se à aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos Precatórios, Bolsonaro argumentou que a medida permitirá “uma folga” no Orçamento que permitirá o pagamento do novo programa social Auxílio Brasil, em substituição ao Bolsa Família, para 400 reais.

A PEC foi aprovada em dois turnos pelo Senado nesta quinta-feira, mas por ter sido alterada, volta à Câmara dos Deputados. O governo tem pressa na aprovação da proposta, de forma a efetivar o pagamento do benefício ainda antes do Natal.

Em evento de assinatura de regulamentação da lei do Auxílio Gás, o presidente também avaliou que a aprovação do nome do ex-ministro da Justiça e ex-advogado-geral da União André Mendonça para o STF traz “renovação” à corte.

Bolsonaro voltou a dizer que tinha o compromisso de indicar um evangélico para a cadeira –Mendonça é pastor– e, com a ressalva de que não controla os votos de seus dois indicados ao tribunal, afirmou que eles “representam aquilo que gostaríamos” que fosse decidido e votado.

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEHB1146-BASEIMAGE

To Top