Business

Manchester City chega a acordo com Dortmund para contratar Haaland

Manchester City chega a acordo com Dortmund para contratar Haaland

(Reuters) – O Manchester City chegou a um acordo para contratar o atacante norueguês Erling Haaland do Borussia Dortmund em 1º de julho, anunciaram os dois clubes nesta terça-feira.

“A transferência continua sujeita à finalização dos termos do clube com o jogador”, informou o City.

O City não forneceu detalhes financeiros do acordo, mas a mídia alemã informou que o custo total da compra do Haaland em um acordo plurianual poderia exceder 300 milhões de euros (316,08 milhões de dólares), incluindo seu salário, taxas de agente e bônus.

O Dortmund disse que, uma vez que a transferência for concretizada, o clube espera um “efeito positivo nos principais números dos lucros para o exercício financeiro de 2022/2023” na faixa de 35 milhões a 40 milhões de euros.

O valor do atacante de 21 anos de idade disparou graças à sua forma prolífica em Dortmund, depois de se juntar ao clube alemão vindo da equipe austríaca Salzburg há dois anos.

A mídia britânica noticiou que Haaland passou por exames médicos na segunda-feira, e o técnico do Liverpool, Juergen Klopp, disse se tratar de uma transferência que “estabelecerá novos níveis” na Premier League.

Haaland marcou 85 gols em 88 jogos pelo Dortmund desde sua estreia em janeiro de 2020. Ele foi o artilheiro da última temporada da Liga dos Campeões, bem como da Liga das Nações da Uefa.

Nesta temporada ele marcou 21 gols no Campeonato Alemão em 20 partidas que foi titular, e o Dortmund terminará a Bundesliga com a segunda colocação, atrás do campeão Bayern de Munique.

Mas a equipe não conseguiu se passar da fase de grupos da Liga dos Campeões, caindo para a Liga Europa onde também não conseguiu chegar à final.

O City buscava substituir Sergio Aguero depois que o atacante argentino –o maior artilheiro da história do clube com 254 gols– se transferiu gratuitamente para o Barcelona no ano passado.

O atacante brasileiro Gabriel Jesus não conseguiu selar seu lugar entre os titulares, com o técnico Pep Guardiola muitas vezes colocando um meio-campista como “falso nove” liderando o ataque.

(Reportagem de Shrivathsa Sridhar e Rohith Nair em Bengaluru)

((Tradução Redação São Paulo, 5511 56447759))

REUTERS ES

tagreuters.com2022binary_LYNXNPEI490V4-BASEIMAGE

To Top