Benefícios

Concessão de Auxílio-Doença pelo INSS: Entenda como é possível

INSS beneficios Saques
rafastockbr/Shutterstock.com

Concessão de Auxílio-Doença pelo INSS: Entenda como é possível Uma inovação está transformando a maneira como o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) avalia os pedidos de auxílio-doença. Trata-se da Atestmed, uma plataforma que possibilita a análise remota de atestados médicos enviados pelos segurados, e já se tornou responsável por metade das concessões desse benefício.

Segundo dados da Previdência, em dezembro do ano passado, as concessões por meio da análise documental alcançaram 113.501 (correspondendo a 47,3% do total), enquanto as perícias presenciais totalizaram 113.833 (47,4%). Além disso, 12.862 concessões (5,3%) foram determinadas por decisão judicial.

O diferencial desse novo método reside na agilidade: o tempo médio para a concessão do benefício por análise documental é de apenas 62 dias, em comparação com os 297 dias necessários para a perícia presencial. Essa discrepância representa uma economia significativa para o governo, que reduz os gastos com correção monetária e juros relativos ao período retroativo em que o benefício deveria ter sido concedido.

Os números também revelam que a média mensal de concessão de auxílio-doença em 2023 foi de 201.041, em comparação com a média de 155.727 em 2022, indicando uma melhoria na eficiência do processo.

“Aumentar as concessões reflete, em primeiro lugar, o respeito aos segurados, que agora têm seus benefícios concedidos de forma mais rápida e segura. Em segundo lugar, o estoque de pedidos está diminuindo, o que demonstra uma melhoria na eficiência do nosso sistema, incluindo os benefícios que estavam acumulados”, destaca Alessandro Stefanutto, diretor do INSS.

To Top