Benefícios

INSS pode receber contribuição de trabalhadores autônomos para concessão de benefícios

Você conhece os benefícios previdenciários? Confira alguns deles e quem tem direito
Foto site do INSS

INSS pode receber contribuição de trabalhadores autônomos para concessão de benefícios Os trabalhadores autônomos no Brasil possuem um caminho delineado para assegurar seus direitos previdenciários, oferecidos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Com a necessidade de planejar uma aposentadoria segura e acessar outros benefícios essenciais, o INSS estabelece procedimentos específicos para a contribuição desses profissionais.

Primeiros Passos para Contribuição

Inscrição no PIS: Para novos contribuintes, o ponto de partida é registrar-se no Programa de Integração Social (PIS). Isso pode ser feito facilmente online, simplificando o acesso inicial ao sistema previdenciário.

Escolha do Tipo de Contribuição: Os autônomos podem optar entre diferentes alíquotas de contribuição, cada uma adaptada a diferentes expectativas de benefícios futuros:

  • Código 1007: Contribuição de 20% sobre a receita mensal, permitindo aposentadoria com valor superior ao mínimo, até o teto de R$ 7.087,22.
  • Código 1163: Contribuição de 11% sobre o salário mínimo, garantindo aposentadoria no valor do mínimo.

Emissão e Pagamento da Guia (GPS): Após a escolha, o autônomo deve emitir a Guia da Previdência Social (GPS) e efetuar o pagamento até o dia 15 do mês seguinte ao da competência.

Benefícios para o Contribuinte Autônomo

Os autônomos que mantêm suas contribuições em dia com o INSS desfrutam de uma variedade de benefícios, tais como:

  • Aposentadoria por Tempo de Contribuição
  • Aposentadoria por Idade
  • Aposentadoria por Invalidez
  • Salário-Maternidade
  • Pensão por Morte
  • Reabilitação Profissional

A Importância da Regularidade

Manter contribuições regulares é crucial. Além de garantir uma aposentadoria adequada, assegura cobertura em eventos inesperados como doenças ou acidentes. A regularidade é também essencial para a manutenção da cobertura de benefícios como o salário-maternidade e a reabilitação profissional.

Este guia destina-se a oferecer um caminho claro para os trabalhadores autônomos navegarem pelo sistema previdenciário brasileiro, maximizando seus benefícios e garantindo segurança financeira para o futuro.

Emitir GPS para pagamento de contribuições previdenciárias (INSS)

Emita a Guia da Previdência Social (GPS) para pagar estas contribuições sociais.

A Guia da Previdência Social (GPS) é o documento para pagar as contribuições sociais (INSS) de:

  • contribuinte individual;
  • segurado especial
  • segurado facultativo; e
  • entidades obrigadas a entrega de Guia do FGTS e Informações à Previdência Social (GFIP/SEFIP).
To Top