Começa a valer nova linha de crédito imobiliário atualizada pelo IPCA

Começa a valer nova linha de crédito imobiliário atualizada pelo IPCA . Entrou em vigor nesta segunda-feira (26) a nova linha de crédito imobiliário que vai atualizar o contrato de habitação pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Lançada pela Caixa, a novidade conta com taxa mínima de IPCA+2,95% ao ano (a.a.) e máxima de IPCA+4,95% a.a.

Em entrevista nesta segunda (26) ao Jornal da Manhã, da Rádio Jovem Pan, o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, reforçou as vantagens da nova linha de crédito. “Ela permite uma taxa inferior”, disse, ao comparar com os valores praticados nos contratos que são atualizados pela Taxa Referencial (TR). Esses compromissos têm taxas que partem de 8,5% a.a e podem chegar a 9,5% a.a, mais a TR.

Ainda durante a entrevista, Guimarães afirmou que haverá um aumento na concorrência entre os bancos e que a nova modalidade apresenta riscos menores. “A maior revolução dessa questão do IPCA é exatamente porque nós entendemos que a linha até hoje, da TR, tinha um risco no longo prazo.”

As taxas valerão apenas para novos contratos. O financiamento será de até 80% do valor do imóvel e terá prazo máximo de 30 anos para quitação.

Caixa inicia pagamento das Cotas do PIS para não correntistas

Tem início nesta segunda-feira (26) o calendário de pagamentos das cotas do PIS para os cotistas com idade a partir de 60 anos. Diferente dos saques anteriores, não há prazo final para a retirada do dinheiro. Essa novidade atende a Medida Provisória 889/2019. Todos os participantes cadastrados no PIS até 4 de outubro de 1988 que possuam saldo poderão sacar.

A Caixa pretende pagar R$ 18,3 bilhões a 10,4 milhões de trabalhadores que possuem cotas do PIS.

Como sacar
Os saques de até R$ 3 mil podem ser feitos com o Cartão do Cidadão e a Senha Cidadão nos terminais de autoatendimento, lotéricas e correspondentes CAIXA Aqui, com documento de identificação oficial com foto.

Os valores acima de R$ 3 mil e de cotistas que não possuem Cartão do Cidadão e Senha devem ser sacados nas agências, mediante apresentação de documento oficial de identificação com foto.

O beneficiário legal, na condição de herdeiro, pode comparecer a qualquer agência portando documento oficial de identificação com foto e outro que comprove sua condição de sucessor para realizar o saque.

Em outros casos, o representante legal do cotista pode retirar o saldo mediante procuração particular, com firma reconhecida, ou por instrumento público que contenha outorga de poderes para solicitação e saque das cotas.

Para atender aos trabalhadores com direito a cotas do PIS, a CAIXA disponibilizou um site exclusivo www.caixa.gov.br/cotaspis onde é possível consultar o direito às cotas, além de valores, cronograma e locais para o saque.

O cotista também pode acessar as informações pelo aplicativo CAIXA Trabalhador e nos terminais de autoatendimento, por meio do Cartão e Senha do Cidadão.

A Caixa alerta que não envia links e não solicita confirmação de dispositivo ou acesso à conta por e-mail, SMS ou WhatsApp. Os canais oficiais do banco são as únicas fontes seguras de informação ao trabalhador.

Calendário
Os não correntistas com até 59 anos de idade poderão fazer os resgates a partir de 2 de setembro, conforme calendário divulgado pelo banco.

Quem tem direito Recebem a partir de
a partir de 60 anos* 26/08/2019
até 59 anos* 02/09/2019

* cadastrados no PIS até 4 de outubro de 1988

Balanço – Até o momento, a Caixa já pagou R$ 245 milhões para 417 mil trabalhadores. No último dia 19, os cotistas com conta individual com movimentação na Caixa, independentemente da idade, tiveram o dinheiro depositado automaticamente.