Marinha abre 900 vagas para concurso de ensino médio
Benefícios

Marinha abre 900 vagas para concurso de ensino médio

Marinha abre 900 vagas para concurso de ensino médio. Marinha do Brasil vai abrir, na segunda-feira (20), as inscrições para o Concurso Público de Admissão

Marinha abre 900 vagas para concurso de ensino médio. Marinha do Brasil vai abrir, na segunda-feira (20), as inscrições para o Concurso Público de Admissão às Escolas de Aprendizes-Marinheiros (CPAEAM). Serão 900 vagas de ensino médio e, para participar, é preciso ser do sexo masculino, ser brasileiro nato ou naturalizado, ter 18 anos completos e menos de 22 no dia 1° de janeiro do ano de 2021. Baixe o Aplicativo Gratuito do Portal Mix Vale

Inscrições

1.880 vagas para cursos gratuitos na internet

Os interessados deverão acessar o site da seleção ou comparecer a uma das Organizações Militares da Marinha Responsáveis pela Execução Local (OREL). A taxa é de R$ 25 e deverá ser paga até 10 de fevereiro. No ato da inscrição, deverá haver a indicação da ordem de preferência da área profissional na qual deseja especializar-se: Eletroeletrônica, Apoio e Mecânica, sendo que cada uma delas oferece diversas opções. O atendimento à escolha do candidato será feito de acordo com o interesse da Administração Naval e critérios de classificação no concurso.

Fases

O candidato realizará uma prova objetiva composta por 50 questões, divididas em português (15), matemática (15), ciências – física e química (15) e inglês (5), prevista para ocorrer na primeira quinzena de abril.

Salário mínimo aumentará a partir do mês que vem

Os aprovados até o limite de duas vezes o número de vagas, inclusive os empatados na última posição, serão convocados para realizar os Eventos Complementares, todos eliminatórios. São eles: Verificação de Dados Biográficos (VDB), Inspeção de Saúde (IS), Teste de Aptidão Física (TAF), Avaliação Psicológica (AP), Verificação de Documentos (VD) e o Procedimento de Heteroidentificação Complementar à Autodeclaração (PH).

Curso de formação

Sendo aprovado em todas as etapas, o candidato será chamado para o Período de Adaptação em uma das Escolas de Aprendizes-Marinheiros (EAM) e essa etapa também é eliminatória. As escolas localizam-se em Pernambuco (PE), Espírito Santo (ES), Fortaleza (CE) e Florianópolis.

Bolsa

O curso é estruturado em duas fases: a primeira, no grau hierárquico de Aprendiz-Marinheiro, destinada à formação militar-naval, e a segunda, no grau hierárquico de Grumete, destinada à especialização técnica. O Aprendiz-Marinheiro receberá bolsa-auxílio de R$ 1.108,53, sendo R$ 981,00 de soldo militar e R$ 127,53 de adicional militar, enquanto o Grumete perceberá um valor total bruto de R$ 1.179,72, sendo R$ 1.044,00 de soldo e R$ 135,72 de adicional militar. Após o curso de formação, os rendimentos chegam a R$ 1.950, sendo R$ 1.560 o soldo militar, R$ 202,80 de adicional militar e R$ 187,20 de adicional habilitação.

Com informações da Marinha

To Top