Fila de Aposentadorias sobe no INSS após órgão reduzir análises
Benefícios

Fila de Aposentadorias sobe no INSS após órgão reduzir análises

INSS Previdência Pente-Fino Revisão Antencipação Salário Social Reforma da Previdência Aposentadoria Benefícios FGTS Bolsa Família Nis CNIS Extrato Banco Governo Pis Pasep Pis-Pasep Aposentado Idoso FGTS Caixa Banco do Cálculo Demora Brasil Maternidade Auxílio-Reclusão Saques Pagamento Vencimento Retiradas Refis MeuINSS Auxílio-Doença Aposentadoria Por Invalidez Contribuição BPC-Loas Pensão por Morte Pensionista Empréstimo Consignado

Fila de Aposentadorias sobe no INSS após órgão reduzir análises. Embora o governo afirme que vem reduzindo a espera por benefícios do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), dados obtidos pela reportagem apontam que o número de pedidos respondidos pelo órgão entrou em trajetória de queda nos últimos meses. Como resultado, a fila de requerimentos em atraso voltou a subir. Baixe o Aplicativo Gratuito do Portal Mix Vale

Os números repassados pelo INSS em resposta a um pedido feito por meio da Lei de Acesso à Informação mostram ainda que os mais prejudicados são aqueles que buscam aposentadoria ou benefícios para idosos e deficientes carentes.

Reforma do INSS já provocou filas nos benefícios

O total de solicitações analisadas ao mês pelo órgão, que alcançou quase 1,1 milhão em setembro passado, voltou a desacelerar, indo a 987 mil em outubro, 830 mil em novembro e 763 mil em dezembro. Os números indicam que o recuo na velocidade de atendimento fez a fila empacar.
Depois de atingir pico de 1,7 milhão em julho de 2018, o estoque de requerimentos em atraso vinha diminuindo, até chegar a 1,34 milhão em dezembro.

Em janeiro, porém, a fila ficou em nível semelhante, registrando leve crescimento, para 1,38 milhão de pedidos com espera superior aos 45 dias previstos em lei.

Servidor inativo pode ser convocado pelo INSS?

A situação só não ficou ainda pior porque o número de pessoas que solicitam benefícios também caiu.

A média registrada no ano passado foi de cerca de 900 mil pedidos por mês. Em janeiro deste ano, ficou em 672 mil. A média de valor das concessões em 2019 foi de R$ 1.345 por mês, por benefício previdenciário.

A fila de quem busca o BPC é a maior, com 420 mil pedidos. Em seguida, aparecem as aposentadorias. São 401 mil solicitações atrasadas na modalidade por tempo de contribuição e 217 mil por idade. Dentre as soluções do INSS, estão contratar 7.000 militares. (Folha)

MP do 13º para beneficiários do Bolsa Família e BPC

To Top