Ibovespa futuro recua após disparar na véspera; EUA chegam a acordo sobre pacote de US$2 tri
Business

Ibovespa futuro recua após disparar na véspera; EUA chegam a acordo sobre pacote de US$2 tri

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) – O contrato do Ibovespa com vencimento mais curto recuava na manhã desta quarta-feira, após forte alta na véspera, com um cenário sem direção comum em mercados acionários no exterior e noticiário relacionado à pandemia do novo coronavírus ainda ocupando as atenções.

Por volta das 09:45, o contrato do Ibovespa para abril cedia 0,58%, a 68.600 pontos.

Nos Estados Unidos, senadores e autoridades do governo chegaram a um acordo sobre um projeto de lei que prevê 2 trilhões de dólares em estímulos econômicos, que deve ser votado pelo Senado mais tarde nesta quarta-feira, seguido pela Câmara dos Deputados.

Em comentários nesta manhã, o presidente do Federal Reserve de St. Louis, James Bullard, disse que o pacote trilionário é a resposta certa para a pandemia.

Na Europa, o FTSE 100, em Londres, avançava 0,68%, após fechamento positivo também na bolsa de Tóquio.

Em Nova York, os futuros chegaram a subir, mas passaram a mostrar comportamento distinto, após elevação expressiva no último pregão e conforme permanecem dúvidas sobre o tamanho do impacto do Covid-19 nas economias e o alcance do contágio do vírus.

Na véspera, o Dow Jones fechou com a maior alta percentual diária desde 1993, de 11,37%, justamente na expectativa de um desfecho positivo nas negociações do pacote.

A bolsa brasileira também teve uma sessão de fortes ganhos na terça-feira, com o Ibovespa fechando em alta de quase 10%, na esteira da melhora do apetite a risco no mundo.

tagreuters.com2020binary_LYNXMPEG2O1DA-BASEIMAGE

To Top