Trabalhador com salário reduzido terá complemento?
Benefícios

Trabalhador com salário reduzido terá complemento?

INSS Previdência Pente-Fino Revisão Antencipação Salário Social Reforma da Previdência Aposentadoria Benefícios FGTS Bolsa Família Nis CNIS Extrato Banco Governo Pis Pasep Pis-Pasep Aposentado Idoso FGTS Caixa Banco do Cálculo Demora Brasil Maternidade Auxílio-Reclusão Saques Pagamento Vencimento Retiradas Refis MeuINSS Auxílio-Doença Aposentadoria Por Invalidez Contribuição BPC-Loas Pensão por Morte Pensionista Empréstimo MEi Consignado

Trabalhador com salário reduzido terá complemento? O governo anunciou nesta quinta-feira (19) que vai complementar a remuneração de parte dos trabalhadores que tiverem salários cortados durante o período de crise. Baixe o Aplicativo Gratuito do Portal Mix Vale

A regra da complementação de salário valerá somente para pessoas que recebem até dois salários mínimos e tiverem jornada e remuneração reduzidas, conforme a autorização do governo.

Caixa limita acesso de clientes por causa do Coronavírus(Abre numa nova aba do navegador)

Essas pessoas receberão uma antecipação de 25% do que teriam direito mensalmente se perdessem o emprego e solicitassem o seguro-desemprego. Segundo o Ministério da Economia, o ” valor ficará entre R$ 261,25 e R$ 381,22, dependendo do salário do trabalhador.

O programa estima atender a 11 milhões de pessoas. O custo total, calculado em R$ 10 bilhões pelo pagamento de três parcelas, será bancado pelo FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador).

INSS: Governo publica decreto para diminuir as filas(Abre numa nova aba do navegador)

Por ser adiantamento, se o trabalhador for demitido no futuro, terá direito ao seguro-desemprego, descontado o valor antecipado.

Técnicos afirmam que o valor de 25% foi definido considerando os salários dos trabalhadores mais vulneráveis. (Folha)

Governo irá antecipar parcela do 13º salário do INSS(Abre numa nova aba do navegador)

INSS fecha todas as agências no país e terá servidor de plantão

O INSS fecha as agências no país a partir de hoje e apenas um servidor estará de plantão, por telefone, para esclarecer eventuais dúvidas sobre o Meu INSS. Segundo o órgão, serão disponibilizados aos segurados os telefones das agências para que entrem em contato.

Na manhã desta quinta-feira (19) agências da Previdência não abriram suas portas ao público na capital paulista e em parte das cidades da Região Metropolitana de São Paulo e do interior.

A reportagem esteve no posto da rua Xavier de Toledo, na República (região central), onde os portões já estavam trancados.

O órgão já havia suspendido o atendimento agendado para casos que não exigiam a presença de segurados, como perícias.

A redução de pessoal em meio à propagação da pandemia agravou uma situação recorrente nos postos: a aglomeração de segurados que estão na fila virtual de pedidos de benefícios e que vão às agências na expectativa de obter respostas.

O INSS espera que, nos próximos dias, grande parte dos servidores já estejam trabalhando na análise, de forma remota. (CC, CG e LL)

To Top