Caixa e INSS liberam auxílios no coronavírus
Benefícios

Caixa e INSS liberam auxílios no coronavírus

Cartão do Cidadão saque do FGTS

Caixa e INSS liberam auxílios no coronavírus. A Caixa Econômica retomou os pagamentos do auxílio emergencial para trabalhadores informais que ficaram sem renda durante a quarentena para combater o novo coronavírus. Baixe o Aplicativo Gratuito do Portal Mix Vale

Outros benefícios criados para combater a crise gerada pela pandemia também já podem ser solicitados.

O que é e como se proteger do novo Coronavírus(Abre numa nova aba do navegador)

Na semana passada, além da apresentação do aplicativo e o site do auxílio emergencial pela Caixa, também ocorreu a atualização da página de serviços do INSS, que agora permite o acesso a uma renda de R$ 1.045 aos segurados impossibilitados de trabalhar por doença ou acidente de trabalho.

O Meu INSS, disponível por aplicativo para celular ou no site meu.inss.gov.br, passou a aceitar imagens de atestados médicos para pedidos de auxílio-doença.

Assim, o benefício pode ser aprovado sem a necessidade do segurado comparecer a uma agência da Previdência para passar pela perícia.

Trabalhador que optar por saque-aniversário do FGTS poderá usar todo saldo como garantia de empréstimos(Abre numa nova aba do navegador)

Com o novo sistema, a análise do médico perito é feita com base na documentação enviada pela internet. Até a conclusão da análise, porém, o INSS antecipa três parcelas no valor de um salário mínimo (R$ 1.045) ao requerente.

Grazielle Cristina Beraldo, 34, com três dos seus sete filhos; ela aguarda, junto com as crianças, de 1, 7 e 10 anos, o auxílio do governo na favela do Nove, na região do Ceagesp, na zona oeste de São Paulo
Grazielle Cristina Beraldo, 34, com três dos seus sete filhos; ela aguarda, junto com as crianças, de 1, 7 e 10 anos, o auxílio do governo na favela do Nove, na região do Ceagesp, na zona oeste de São Paulo. /Gabriel Cabral/Folhapress
Paula Renata dos Santos, 30, com seus quatro filhos. Mãe solo, ela diz estar alimentando a família com ajuda de doações de cestas básicas
Paula Renata dos Santos, 30, com seus quatro filhos. Mãe solo, ela diz estar alimentando a família com ajuda de doações de cestas básicas. /Gabriel Cabral/Folhapress

Além dos novos programas federais de distribuição de renda, governos estaduais também colocaram em prática medidas anticrise.

Em São Paulo, a gestão do governador João Doria (PSDB) deu início, também na semana passada, aos repasses do programa Merenda em Casa.

O valor de R$ 55 é pago por aplicativo para estudantes matriculados na rede pública estadual de ensino e que pertencem a famílias de baixa renda. Caso a família não esteja recebendo o Bolsa Família, o auxílio sobe para R$ 110.

Saiba como ativar o modo escuro em seu aplicativo do WhatsApp(Abre numa nova aba do navegador)

Ainda há benefícios que começarão a ser pagos na semana que vem, como é o caso da antecipação da primeira parcela do 13º salário de aposentados, pensionistas e demais beneficiários do INSS. Os depósitos começarão em 24 de abril.

Em junho, a Caixa ainda irá liberar uma nova rodada de saques do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço), que possibilitará retiradas de até R$ 1.045 para quem tem saldo no fundo. Em julho, ocorrerá o início dos saques do abono salarial do PIS, para aniversariantes daquele mês.

VERBAS DA PANDEMIA | QUEM TEM DIREITO E COMO PEDIR

  • A pandemia do novo coronavírus obrigou o governo a liberar verbas para a população
  • O dinheiro, num primeiro momento, serve para socorrer quem ficou sem renda na quarentena
  • Mas também há recursos que ainda serão liberados para tentar manter a economia aquecida
  • Veja abaixo alguns dos principais recursos já disponíveis e outros que ainda estão por vir

O QUE JÁ ESTÁ DISPONÍVEL

AUXÍLIO EMERGENCIAL

  • Trabalhadores informais e desempregados podem ter um auxílio emergencial de R$ 600 ou de R$ 1.200 (mães chefes de família)
  • O benefício é destinado ainda a MEIs (microempreendedores individuais) e autônomos que pagam INSS que estão sem renda
  • O acesso ao aplicativo e ao site é gratuito e são os únicos meios de se candidatar ao benefício emergencial

Como pedir

  • Quem recebe Bolsa Família ou está inscrito no CadÚnico (Cadastro Único) recebe automaticamente
  • As demais pessoas com direito ao benefício devem solicitar o auxílio emergencial pela internet
  • A partir de um computador, é possível pedir pelo site auxílio.caixa.gov.br
  • Por aplicativo para celulares Android: acesse pelo link encurtado https://bit.ly/2RmzD92
  • Para celulares Apple, baixe o aplicativo em https://apple.co/3b5Uqpn
  • Será enviada uma mensagem de texto para o celular informado. Este código deve ser digitado no aplicativo para o cadastro

AUXÍLIO-DOENÇA COM ANTECIPAÇÃO DE R$ 1.045

  • O auxílio-doença é pago para o profissional temporariamente incapacitado para o trabalho
  • Quem paga o INSS por conta própria precisa ter cumprido a carência de 12 meses (acidentes dispensam a carência, mas é preciso estar pagando em dia)
  • O trabalhador formal não tem carência e, quando demitido, mantém o direito por até três anos

Como pedir

  • Durante a quarentena por causa do novo coronavírus, com as agências do INSS fechadas, o trabalhador doente deve solicitar o auxílio-doença pelo site meu.inss.gov.br ou pelo aplicativo Meu INSS
  • Pelo sistema, o trabalhador deve enviar seu atestado médico para comprovar a incapacidade para o trabalho
  • O INSS vai antecipar um salário (R$ 1.045) por três meses devido à quarentena para desacelerar o contágio pelo vírus
  • O valor efetivo do benefício será calculado com base no valor médio dos salários de contribuição ao INSS

Confirmado calendário para pagamento do 13º do INSS(Abre numa nova aba do navegador)

MERENDA EM CASA

  • O governo do Estado de São Paulo distribuirá uma renda para 732 mil alunos da rede pública estadual de ensino
  • A medida vale durante o período de suspensão das aulas provocada pelo coronavírus
    O benefício é de R$ 55 para quem já recebe o Bolsa Família
    O valor sobe para R$ 110 para famílias pobres sem Bolsa Família, mas que estão no CadÚnico

Como pedir

  • O dinheiro deverá chegar às famílias em até quatro horas após o cadastro em um aplicativo PicPay
  • Após baixar o aplicativo PicPay, crie uma conta no nome do responsável no CadÚnico
  • É preciso fotografar e enviar os documentos solicitados no aplicativo
  • O dinheiro poderá ser usado em mais de 2 milhões de estabelecimentos credenciados no estado
  • O pagamento é por aplicativo e QR Code ou em maquininhas de cartão Cielo e GetNet
  • A grana também pode ser transferida para conta bancária ou sacada na rede Banco 24 Horas; não há cobrança de taxa
  • Dúvidas podem ser tiradas pelo telefone 0800-0258000

VERBAS QUE AINDA VÃO SER LIBERADAS

ANTECIPAÇÃO DO 13º DOS APOSENTADOS

  • O governo vai antecipar as duas parcelas do 13º salário do INSS
  • A primeira parcela ocorrerá entre os dias 24 de abril e 8 de maio de 2020
  • A segunda parte da gratificação será paga entre 25 de maio e 5 de junho

Como receber

  • A grana cairá na conta em que o segurado recebe o benefício, nas datas do pagamento das competências de abril e maio

SAQUE DE R$ 1.045 DO FGTS

  • O governo vai liberar uma nova rodada de saques do FGTS
  • Desta vez, o valor que poderá ser retirado é de R$ 1.045
  • Os pagamentos ocorrerão entre 15 de junho e 31 de dezembro

Como receber

  • Clientes Caixa terão os valores transferidos para suas contas
  • O valor também poderá ser transferido para outros bancos
  • O saque nas agências terá um calendário que será divulgado

Fontes: Caixa Econômica Federal, INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) e Secretaria da Educação do Estado de São Paulo

Confira como recuperar seu acesso online ao Seguro Desemprego(Abre numa nova aba do navegador)

To Top