Amaral diz que se arrepende de deixar Besiktas por desavença com técnico
Últimas Notícias

Amaral diz que se arrepende de deixar Besiktas por desavença com técnico

portalmixvaleultimasnoticias1200 (1)

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – Em entrevista ao Futebol na Veia, da ESPN Brasil, neste sábado (30), Amaral recordou sua breve passagem pelo Besiktas da Turquia. O ex-jogador contou deixou o clube por problemas de relacionamento com o treinador romeno Mircea Lucescu, mas disse se arrepender de não ter ficado mais tempo no time.
“Nunca ganhei salários muito altos, mas no Besiktas eu ganhava 40 mil dólares e eles pagavam em dinheiro. O Lucescu não gostava de mim, e eu acabei saindo do time, até porque ainda bastante mercado na época. Olhando para trás, eu penso que eu poderia ter aguentado um pouco mais e continuado no time. A torcida gostava de mim”, declarou Amaral, que respondeu às perguntas de William Tavares, Fábio Luciano e Jorge Nicola dentro de seu carro.
O ex-jogador acredita que o problema com o treinador pode ser explicado pelo momento de sua chegada, um pouco depois do restante do elenco.
“Quando a Fiorentina faliu, eu fiquei livre no mercado e recebi a proposta do Besiktas. Achei que seria uma boa oportunidade, mas cheguei um pouco depois do restante do grupo e o treinador não estava contando comigo. Ele queria um outro jogador. Então ele não gostava. Uma vez, me tirou aos quinze minutos de jogo e eu estava jogando bem”, complementou.
Apesar dos problemas com o treinador e dos poucos minutos em campo, Amaral fez parte do elenco que conquistou o título turco da temporada 2002-03.
Amaral teve passagens de sucesso por Palmeiras, Corinthians, Vasco e Fiorentina, conquistando quatro títulos brasileiros (1993, 1994, 1998 e 2000) e uma Copa da Itália (2000-01).

To Top