Crédito para pessoa física com garantia de imóvel na Caixa

Bolsonaro sanciona com 11 vetos lei que amplia auxílio emergencial
Pessoas formam fila em agência da Caixa Econômica Federal no Rio de Janeiro

Crédito para pessoa física com garantia de imóvel na Caixa. A CAIXA divulgou, nesta quinta-feira (30), a revitalização da operação de crédito para pessoas físicas, sem destinação específica, com imóvel em garantia (linha de home equity). Denominada Real Fácil CAIXA, a modalidade tem como principal vantagem a taxa de juros reduzida em comparação a outras modalidades de crédito pessoal.Baixe o Aplicativo Gratuito do Portal Mix Vale

Ao contratar o Real Fácil CAIXA, o cliente pode optar pela forma de atualização do empréstimo, que poderá ser pela TR, IPCA ou Taxa Fixa. Podem ser oferecidos como garantia para o Real Fácil CAIXA, imóveis residenciais ou comerciais. Nesta primeira fase de relançamento da linha de crédito, o imóvel utilizado como garantia deve ser sem ônus.

O que fazer ao ganhar um imóvel?(Abre numa nova aba do navegador)

O sistema de amortização também fica a critério do cliente, que pode escolher entre Sistema de Amortização Constante – SAC ou Sistema Francês de Amortização – PRICE. As novas condições e taxas de juros valem para novos contratos e estarão vigentes a partir da próxima segunda-feira (03/08):

Empréstimo com o uso do Saque-aniversário do FGTS(Abre numa nova aba do navegador)

A contratação poderá ser feita nas Agências da CAIXA e nos Correspondentes CAIXA Aqui. O cliente pode realizar simulações pelo site da CAIXA www.caixa.gov.br, onde é possível comparar os juros e condições para o empréstimo, que variam de acordo com o relacionamento do cliente com o banco e com as características escolhidas para a operação.

Caixa libera linha crédito para antecipar valores do FGTS(Abre numa nova aba do navegador)

De acordo com o presidente da CAIXA, Pedro Guimarães, “as novas condições têm como objetivo trazer maior atratividade do produto ao cliente, sendo uma linha de crédito comercial com taxas de juros menores e prazos maiores”. Segundo ele, “é uma excelente oportunidade para as famílias realizarem investimentos ou readequarem seu endividamento de curto prazo, que possui juros mais altos”.

Real Fácil CAIXA – Segunda fase :

Recentemente, o Banco Central anunciou novas regras que permitem ao cliente contratar operação de crédito oferecendo como garantia imóvel que já esteja alienado fiduciariamente a uma operação de crédito junto à instituição financeira por meio de compartilhamento.

A CAIXA, como líder do mercado de crédito imobiliário e atenta a esses movimentos, lançará na segunda fase do Real Fácil CAIXA condições que contemplarão a aceitação de imóvel com ônus como garantia de novas operações, de acordo com as novas regras anunciadas pelo regulador.

Conforme dados do BACEN, o mercado possui uma carteira de home equity de R$ 11 bi. A CAIXA é detentora de 32% desse volume, liderando o Mercado de Home Equity no Brasil.