Durante pandemia Senado amplia saque do FGTS aos Trabalhadores
Benefícios

Durante pandemia Senado amplia saque do FGTS aos Trabalhadores

Beneficiários do BPC no Cadastro Único terão mais 120 dias para realizarem a inscrição

Durante pandemia Senado amplia saque do FGTS aos Trabalhadores. O Senado aprovou a MP (medida provisória) que extinguiu o PIS-Pasep e liberou o saque de R$ 1.045 do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço).

Por ter sofrido alterações em relação ao que foi aprovado pelos deputados, a medida terá de ser analisada novamente pela Câmara. A principal mudança permite que o saque do FGTS seja realizado por quem pediu demissão e no caso de despedida por motivo de força maior.

Regra para o FGTS depositar até R$ 1.045(Abre numa nova aba do navegador)

Outra emenda aceita vai permitir a movimentação da totalidade dos recursos da conta vinculada no FGTS pelo trabalhador dispensado sem justa causa que tenha optado pela adesão ao saque-aniversário.

PIS/Pasep tem saque liberado para todos nesta semana(Abre numa nova aba do navegador)

Editada no início de abril, a MP prevê que o patrimônio acumulado nas contas individuais dos participantes do PIS-Pasep fica preservado. O governo estima que há R$ 21 bilhões que não foram resgatados pela população após sucessivas campanhas relacionadas ao fundo.

Confira como contribuir com o INSS por sua conta(Abre numa nova aba do navegador)

A MP permitiu que os recursos fossem transferidos para a conta do FGTS em 31 de maio. Entre 15 de junho e 31 de dezembro, ficou disponível o saque de até R$ 1.045 por trabalhador em razão do enfrentamento do estado de calamidade pública decorrente da pandemia do coronavírus. (Folha)

To Top