Plataforma de varejo online Nuvemshop recebe aporte de US$30 mi

.

SÃO PAULO (Reuters) – A companhia argentina de soluções para comércio eletrônico Nuvemshop recebeu aporte de 30 milhões de dólares, coliderado pelos fundos Qualcomm Ventures e Kaszek Ventures, informou a empresa nesta terça-feira.

A captação é a quarta desde a fundação da empresa em 2010 e vem em um momento em que o varejo físico tem perdido terreno para transações online, em meio às medidas de isolamento social causadas pela pandemia de Covid-19.

O investimento será dedicado, em sua maior parte, ao aprimoramento do ecossistema de soluções que envolve serviços como pagamentos, frete, gestão de estoque e ferramentas de marketing, afirmou a empresa em comunicado.

A Nuvemshop, que fornece ferramentas de gestão de lojas online incluindo estoque e logística, tem dois escritórios no Brasil, um na Argentina e está se expandindo também para o México e outros países da América Latina. O número de funcionários dobrou neste ano, para 300. A empresa tem como rivais nomes como Mercado Livre, B2W, Locaweb e Totvs.

Segundo a Nuvemshop, que usa a marca Tiendanube nos países de língua espanhola, em 2019 o total de vendas dos clientes da companhia somou mais de 220 milhões de dólares e neste ano a expectativa é que a cifra supere 1 bilhão de dólares. “Isso porque, somente de maio até setembro, a Nuvemshop dobrou sua base de clientes vendendo online, alcançando 60 mil lojas”, afirmou a companhia em comunicado.

tagreuters.com2020binary_LYNXMPEG9C1U8-BASEIMAGE