Soja avança em Chicago um dia após queda firme

.

CHICAGO (Reuters) – Os contratos futuros da soja negociados em Chicago avançaram nesta terça-feira, um dia depois de a maior queda do mercado em seis meses desacelerar o ritmo das vendas por agricultores, disseram operadores.

O contrato mais ativo da soja, para novembro, fechou em alta de 10,25 centavos de dólar, a 10,44 dólares por bushel, enquanto o milho para dezembro avançou 2,25 centavos, para 3,9125 dólares o bushel.

O vencimento dezembro do trigo recuou 0,25 centavo, a 5,94 dólares/bushel.

As importações de soja pela China aumentaram em setembro, à medida que cargas atrasadas na alfândega começaram a chegar, e devem permanecer robustas nos próximos meses devido ao aumento das entradas do produto dos Estados Unidos como parte do acordo comercial entre norte-americanos e chineses.

A consultoria agrícola ucraniana APK-Inform reduziu sua projeção para a safra de cereais e para as exportações do país em 2020/21, citando más condições meteorológicas.

O Ministério da Agricultura da França diminuiu sua estimativa para a safra 2020 de milho, cuja colheita está em andamento, para 13,5 milhões de toneladas, ante 14,1 milhões de toneladas vistas no mês passado, depois de uma grande redução nas perspectivas de produtividade.

(Reportagem de Christopher Walljasper)

tagreuters.com2020binary_LYNXMPEG9C1YN-BASEIMAGE