Para Kaplan, do Fed, inflação um pouco acima da meta significa ‘cerca de 2,25%’

Presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central americano) de Dallas, Robert Kaplan afirmou hoje que, na avaliação dele, deixar a inflação acima da meta de 2% significa que ela poderá ficar em “cerca de 2,25%”, para fazer valer o novo conceito de inflação média do Fed. Durante evento do Instituto Hoover, Kaplan comentou que, na avaliação dele, o BC deveria ter mantido mais flexibilidade na política monetária, em sua última reunião.

Kaplan tem direito a voto nas decisões de política monetária neste ano e foi dissidente no último encontro justamente por esse ponto. Ele concorda que o Fed deve manter os juros na faixa atual para apoiar a inflação e o mercado de trabalho, mas considera que será preciso elevá-los quando essas metas tiverem sido atingidas. Ele lembrou que “há custos” em manter os juros em cerca de zero, como o de que riscos excessivos sejam assumidos nos mercados. Em declarações anteriores, Kaplan já havia comentado que teme a eventual formação de bolhas nos mercados.