Liga espanhola reduz teto de gastos de temporada 2020-21
Esporte

Liga espanhola reduz teto de gastos de temporada 2020-21

bola futebol

(Reuters) – O Campeonato Espanhol reduziu os limites de gastos de seus times em 610 milhões de euros na temporada 2020-21 devido ao impacto financeiro da pandemia de Covid-19, informou a liga de futebol da Espanha nesta terça-feira.

O teto salarial do Barcelona foi reduzido dos 671 milhões de euros da última temporada para 382,7 milhões, e o atual campeão Real Madrid pode gastar 468 milhões de euros, o que significa 172,5 milhões a menos do que o limite de gasto da temporada passada.

O Barcelona, que registrou um prejuízo pós-impostos de 97 milhões de euros no ano financeiro de 2019-20, iniciou uma nova rodada de cortes de salários no mês passado, apesar da oposição de vários jogadores.

O clube já havia imposto um corte temporário de 70% entre março e junho e se livrado de vários atletas com salários altos, como o atacante Luis Suárez e o meia Ivan Rakitic, na pré-temporada.

O Atlético de Madri, terceiro colocado na última campanha, poderá gastar 252,72 milhões de euros em 2020-21, quase 96 milhões a menos do que os 348,50 milhões da temporada passada.

“Este limite de gasto com elenco denota a quantia máxima que cada clube pode gastar… incluindo o gasto com o time principal em relação aos jogadores, o técnico, o técnico-assistente e o preparador físico”, disse a liga espanhola em um comunicado.

(Por Manasi Pathak e Simon Jennings em Bengaluru)

tagreuters.com2020binary_LYNXMPEGAG1CJ-BASEIMAGE

To Top