Com um a menos, Cruzeiro bate Sampaio Corrêa e praticamente se garante na Série B
Esporte

Com um a menos, Cruzeiro bate Sampaio Corrêa e praticamente se garante na Série B

portalmixvalenoticias-1280x728-1

Com um jogador a menos desde os cinco minutos do segundo tempo, o Cruzeiro sofreu, mas conseguiu segurar a pressão do Sampaio Corrêa, mas encaminhou a permanência na Série B do Campeonato Brasileiro ao ganhar por 1 a 0, nesta sexta-feira, no Castelão, pela 33.ª rodada.

A vitória na capital maranhense encerra um jejum de quatro jogos e faz o Cruzeiro ficar em situação confortável na luta contra o rebaixamento, chegando aos 44 pontos, na 11.ª colocação. Já o Sampaio Corrêa praticamente deu adeus às chances de acesso ao perder a quinta seguida e estacionou nos 45, em nono lugar.

Luiz Felipe Scolari apostou em um ataque veloz e a escolha mostrou resultado logo aos três minutos. Airton foi lançado nas costas da zaga por Giovanni e cruzou rasteiro para William Pottker chegar batendo de primeira na pequena área. O gol fez o Sampaio Corrêa sair ainda mais em busca de um resultado melhor.

Aos 13 minutos, o time maranhense reclamou de um pênalti não marcado depois de Cacá desarmar Roney com um carrinho dentro da área. Depois, o atacante assustou Fábio em chute colocado. O Cruzeiro recuou demais, com a intenção de explorar os contra-ataques. A melhor oportunidade do Sampaio Corrêa foi criada aos 33 minutos. Robson Duarte deixou Matheus Pereira no chão e soltou a bomba para linda defesa de Fábio.

Mas quase que a tática de Luiz Felipe Scolari deu certo no fim do primeiro tempo. Rafael Sóbis recebeu lançamento, invadiu a área, mas demorou para finalizar, sendo travado por Daniel Felipe. E quase custou caro. Aos 44, Caio Dantas cabeceou e Matheus Pereira tirou. A bola sobrou novamente para o artilheiro da Série B, que soltou a bomba. Ramon se jogou e impediu o empate.

Logo aos cinco minutos do segundo tempo, o Cruzeiro viu William Pottker receber dois cartões amarelos seguidos e ser expulso. O jogo era bastante nervoso, tanto que o meia Giovanni foi expulso já no banco de reservas celeste por reclamação.

Mesmo com um a mais em campo, o Sampaio Corrêa não conseguia criar lances de perigo. A partir dos 25 minutos, o time maranhense começou a encurralar o Cruzeiro. Marcinho soltou a bomba em cobrança de falta no meio do gol e Fábio segurou sem dar rebote. Jackson recebeu passe dentro da área e bateu na rede pelo lado de fora. Aos 43, Caio Dantas escapou da marcação e soltou a bomba para grande defesa de Fábio. Na sequência, Roney deu de bicicleta e a bola explodiu no peito do goleiro cruzeirense.

Para aumentar o drama, o árbitro deu nove minutos de acréscimos por conta da “cera” dos jogadores do Cruzeiro. O Sampaio Corrêa reclamou de um pênalti não marcado quando o chute de Marcinho acertou o braço de Paulo dentro da área. Apesar de toda a pressão, o time mineiro conseguiu segurar a vitória.

O Sampaio Corrêa volta a campo na próxima terça-feira, contra o Botafogo-SP, às 19h15, no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto. Na quarta, o Cruzeiro recebe o lanterna Oeste, às 21h30, no Independência, em Belo Horizonte. Os jogos são válidos pela 34.ª rodada.

FICHA TÉCNICA
SAMPAIO CORRÊA 0 X 1 CRUZEIRO

SAMPAIO CORRÊA – Gustavo; Joazi (Roni), Joécio, Daniel Felipe e João Victor (Eloir); André Luiz, Vinícius Kiss (Jackson) e Marcinho; Caio Dantas, Robson Duarte (Diego Tavares) e Roney. Técnico: Léo Condé.

CRUZEIRO – Fábio; Raúl Cácares, Cacá (Paulo), Ramon e Matheus Pereira (Patrick Brey); Adriano, Machado e Giovanni (Jadsom Silva); Airton (Marcelo Moreno), Rafael Sóbis (Welinton) e William Pottker. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

GOL – William Pottker, aos três minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO – Paulo Henrique de Melo Salmazio (MS).

CARTÕES AMARELOS – Eloir (Sampaio Corrêa); Machado, Fábio e William Pottker (Cruzeiro).

CARTÕES VERMELHOS – Giovanni (no banco) e William Pottker (Cruzeiro).

RENDA E PÚBLICO – Jogo sem torcida.

LOCAL – Estádio Castelão, em São Luis (MA).

To Top