Brasiliense e Remo começam a decidir a Copa Verde
Agência Brasil

Brasiliense e Remo começam a decidir a Copa Verde

portalmixvalenoticias-1280x728-1

Brasiliense e Remo começam a decidir neste domingo (21) o título da edição 2020 da Copa Verde. O jogo de ida da final acontece no estádio Mané Garrincha, em Brasília, a partir das 15h30 (horário de Brasília) com transmissão ao vivo da TV Brasil.

Título inédito

Promovido à Série B do Campeonato Brasileiro de 2021 (graças ao vice-campeonato da Série C), o Remo ainda busca conquistar um título na temporada 2020 (também ficou na segunda posição do Campeonato Paraense). E o Leão Azul pode alcançar este objetivo caso vença a Copa Verde.

Esta é a segunda oportunidade na qual o time do Pará chega à decisão do torneio regional (que reúne times do Espírito Santo e das regiões Norte e Centro-Oeste). Em 2016, o Remo perdeu na final para o Cuiabá.

Para conseguir alcançar este objetivo, uma boa partida na casa do adversário é fundamental, como afirma o meia Felipe Gedoz: “É aquele velho ditado, final não se joga, final se ganha. Temos outra possibilidade, de estar na final de outra competição. Então vamos com a mesma determinação, com a mesma humildade, com os pés no chão, para conseguir fazer um excelente jogo e trazer essa vantagem para o segundo jogo, que é na nossa casa”.

Nesta partida o técnico Paulo Bonamigo vai colocar em campo o que tiver de melhor. Assim, a expectativa é que ele comece o confronto com a seguinte formação: Vinícius; Wellington Silva, Fredson, Rafael Jansen e Marlon; Pingo, Lucas Siqueira e Felipe Gedoz; Hélio, Wallace e Augusto.

Primeira final de Copa Verde

Se para o Remo decidir a Copa Verde não é novidade, para o Brasiliense a história é diferente. O time da capital federal chega pela primeira vez à decisão regional, e joga a final em busca não apenas do título inédito, mas também de um bônus extra.

O campeão da Copa Verde entra direto na terceira fase da Copa do Brasil, o que garante uma premiação de R$ 1,5 milhão. Atual bicampeão do Distrito Federal, o Jacaré já tem vaga assegurada no mata-mata nacional, mas a partir da primeira fase.

E uma das armas do time da capital federal em busca da inédita conquista é o goleiro Edmar Sucuri, que brilhou nas disputas de pênaltis com o Vila Nova nas semifinais: “É uma final inédita, que o Brasiliense deseja há muito tempo […]. Se Deus quiser, voltamos de Belém com esse troféu inédito”.

Para este jogo, o técnico Vilson Tadei não poderá contar com o volante Wagner Balotelli suspenso por acumulação de cartões amarelos. Porém ele terá o retorno do meia Luquinhas, poupado dos confrontos com o Vila Nova. Assim a expectativa é que o Brasiliense entre em campo com a seguinte formação: Edmar Sucuri; Diogo, Badhuga, Keynan e Peu; Aldo, Maicon Assis, Sandy e Zotti; Jefferson Maranhão e Zé Love.

Jogo de volta

A partida de volta entre Remo e Brasiliense será na próxima quarta-feira (26), a partir das 16h, no estádio Mangueirão, em Belém.

Veja a tabela da Copa Verde.

To Top