Business

Ações da Televisa disparam com potencial desafio em espanhol à Netflix

Ações da Televisa disparam com potencial desafio em espanhol à Netflix

Por Cassandra Garrison

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) – As ações do Grupo Televisa chegaram a subir mais de 32% nesta quarta-feira após a emissora mexicana dizer que combinará seu conteúdo com a Univision, criando um potencial desafio em espanhol para a gigante norte-americana Netflix.

A operação combinada, concebida como uma nova empresa de mídia chamada Televisa Univision, apresentará conteúdo de ambas as emissoras, incluindo séries, filmes, esportes, novelas e conteúdo de arquivo. Ela também planeja lançar um serviço de streaming global no início de 2022, competindo com Netflix e a Amazon Prime, da Amazon.

O presidente-executivo da Univision, Wade Davis, que também comandará a Television Univision, disse que as bibliotecas de conteúdo combinadas das duas empresas estimularão o crescimento do serviço de streaming.

“Acreditamos que o mercado de serviços de streaming apenas no principal mercado de língua espanhola vale bilhões de dólares e continuará a crescer”, disse Davis em teleconferência.

Menos de 10% do mercado de língua espanhola usa um produto de streaming, contra quase 70% do mercado de língua inglesa, de acordo com dados divulgados pela Televisa.

A nova empresa terá um valor patrimonial de 2 bilhões de dólares no primeiro dia, disse o co-presidente-executivo da Televisa, Alfonso de Angoitia, na teleconferência. Espera-se que o negócio gere de 5 bilhões a 5,5 bilhões de dólares em fluxo de caixa livre de alavancagem nos próximos anos, acrescentou Davis.

Os maiores sócios da Televisa incluem fundos geridos pela BlackRock, além de Vanguard Group, Dimensional Fund, Norges Bank Investment Management e Charles Schwab. A Operadora de Fondos Banorte Ixe também está entre os maiores acionistas.

O plano da Televisa Univision foi aclamado pelo presidente mexicano, Andrés Manuel López Obrador, que dedicou o início de sua entrevista coletiva a sublinhar o potencial da união.

Lopez Obrador elogiou o negócio como uma “função importante para a comunidade hispânica”, mas pediu à empresa que evite a discriminação e a xenofobia, especialmente contra os migrantes, e respeite a “dignidade” dos mexicanos.

O presidente, que cobrou das empresas a garantia de cumprimento de suas obrigações fiscais, também disse que a operação renderá vários bilhões de pesos em impostos.

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH3D1H6-BASEIMAGE

To Top