Benefícios

Com adiamento do IR, confira dicas para não ter erros

imposto-de-renda-1

Com adiamento do IR, confira dicas para não ter erros Na semana passada, a Receita Federal adiou o prazo para a entrega da declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) 2021, ano-base 2020, para o dia 31 de maio. 

Com isso, os contribuintes vão ter mais tempo para fazer o preenchimento, mas é importante não deixar para última hora. Até a última atualização na sexta-feira, o órgão recebeu mais de 13,6 milhões de documentos, o que não representa nem metade das declarações previstas (32,6 milhões). Para ajudar na hora de fazer a declaraçãoO DIA listou uma série de informações com dicas para os contribuintes.

No caso de despesas com imóveis, é importante destacar que tanto locatário como locador, devem declarar os aluguéis pagos e recebidos em sua declaração de  IR, ainda que apenas o locador possa abater/deduzir tais valores em seu imposto de renda. Fonte O Dia

Como declarar no Imposto de renda o benefício emergencial se teve redução de jornada?

Como declarar no Imposto de renda o benefício emergencial se teve redução de jornada? Muitas empresas reduziram salários e a jornada de trabalho dos seus funcionários no ano passado para evitar demissões em meio à pandemia de Coronavírus. Se a empresa onde você trabalha fez isso, provavelmente você recebeu o Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda (BEm) e a ajuda compensatória.

A renda do BEm é tributável e precisa ser informada na declaração do Imposto de Renda 2021. Porém, você precisa ter alguns cuidados na hora de preencher a declaração porque a fonte pagadora não é sua empresa, mas o governo federal. Veja nessa matéria como declarar.

Para evitar demissões, muitas empresas decidiram aderir ao Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda, anunciado pelo Governo Federal no início da pandemia do Coronavírus. Após acordo com os funcionários, houve a redução de jornada ou a suspensão temporária do contrato de trabalho.

Além do BEm, que foi pago pelo governo, o acordo previa também a possibilidade de o funcionário receber uma ajuda compensatória mensal da empresa. Essa ajuda compensatória é isenta de imposto, mas também precisa ser declarada no IR 2021.

O informe de rendimentos fornecido pela empresa deve trazer os valores detalhados. Também é possível consultar os valores recebidos do BEm no site da Carteira de Trabalho Digital ou no aplicativo para celulares com sistemas Android e iOS.

Veja a seguir, passo a passo, como declarar o BEm e a ajuda compensatória.

NÃO USE CNPJ DA EMPRESA PARA LANÇAR O BENEFÍCIO EMERGENCIAL

O benefício emergencial (BEm) deve ser informado na ficha “Rendimentos tributáveis recebidos de pessoa jurídica”. Localize a ficha no menu do lado esquerdo da tela de preenchimento da declaração. Clique em “novo”.

Lembre-se que a fonte pagadora do BEm não é a empresa, mas o governo.

No campo “CNPJ da fonte pagadora” informe o número “00.394.460/0572-59”.

No campo “Nome da fonte pagadora coloque “Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda”.

Em seguida, preencha o valor recebido. Clique em “OK” para concluir o preenchimento.Imagem: Reprodução

CUIDADO PARA NÃO CONFUNDIR BEM COM OS SALÁRIOS PAGOS PELA EMPRESA

Não se esqueça que os salários, 13º e férias que foram pagos pela sua empresa no ano passado devem ser lançados separadamente, em uma nova janela da ficha de “rendimentos tributáveis recebidos de pessoa jurídica”.

Repita o mesmo processo explicado acima, porém use o nome e CNPJ da empresa para lançar esses valores.

AJUDA COMPENSATÓRIA ENTRA NA FICHA “RENDIMENTOS ISENTOS

Se o acordo firmado com sua empresa redução de jornada ou suspensão temporária do contrato de trabalho previa o pagamento de ajuda compensatória, os valores recebidos com essa finalidade devem ser informados na ficha “Rendimentos isentos e não tributáveis”.

Localize a ficha no menu do lado esquerdo da tela de preenchimento da declaração. Clique em “novo”. Em seguida, selecione o código “26 – Outros”.

Informe o CNPJ e o nome da empresa. No campo “Descrição” coloque a frase “Ajuda compensatória”.

Em seguida, preencha o valor recebido e clique em “OK” para concluir o preenchimento da ficha. Fonte: Economia Uol

To Top