Corte ordena que Airbus e Air France sejam julgadas por acidente de voo Rio-Paris em 2009
Brasil

Corte ordena que Airbus e Air France sejam julgadas por acidente de voo Rio-Paris em 2009

Corte ordena que Airbus e Air France sejam julgadas por acidente de voo Rio-Paris em 2009

A Air France e a Airbus irão a julgamento por causa de um acidente em um voo entre Rio de Janeiro e Paris em 2009 que matou 228 pessoas, determinou um tribunal de apelações de Paris nesta quarta-feira.

O veredicto reverte uma decisão de 2019 de não apresentar acusações contra nenhuma das empresas em reação à tragédia, na qual os pilotos perderam o controle do Airbus A330 depois que o gelo bloqueou sensores da aeronave.

Airbus e Air France disseram nesta quarta-feira que planejam apelar do veredicto em uma instância superior.

“A decisão do tribunal que acaba de ser anunciada não reflete de maneira nenhuma as conclusões da investigação”, disse a Airbus em um comunicado enviado por email.

A Air France “insiste que não cometeu nenhum erro criminoso no cerne deste acidente trágico”, disse um porta-voz da companhia aérea, parte do grupo Air France-KLM.

O voo Air France AF447 do Rio de Janeiro a Paris caiu no dia 1º de junho de 2009, matando todos a bordo.

Investigadores franceses descobriram que a tripulação não lidou corretamente com as leituras de perda de velocidade de sensores bloqueados por gelo e causou estol ao manter o nariz da aeronave alto demais.

(Por Tangi Salaun e Laurence Frost)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH4B0UL-BASEIMAGE

To Top