Benefícios

Critérios de liberação do valores no Renda Cidadã

Critérios de liberação do valores no Renda Cidadã Programa paga valor mensal para pessoas em vulnerabilidade social no estado de São Paulo.

Além do vale-gás, as famílias em vulnerabilidade social e pobreza no estado de São Paulo também podem acessar o Renda Cidadã, um programa de assistência e transferência de renda que paga R$ 80 mensais para pessoas em situação de desemprego, más condições de moradia, ausência de qualificação profissional, analfabetismo e dependência química.

Assim como vale-gás, o Renda Cidadã faz parte do Bolsa do Povo, o incorporador de programas sociais do estado de São Paulo, que ainda conta com o São Paulo Acolhe, Via Rápida, Aluguel Social, Ação Jovem e Bolsa Talento Esportivo.

O benefício é pago mensalmente por meio de um cartão do programa via Banco do Brasil, entre os dias 20 e 30 de cada mês.

Segundo a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social de São Paulo, atualmente o programa possuiu mais de 22 mil beneficiários e, em 2021, teve investimento total de mais de R$18 milhões.

Para receber o benefício do Renda Cidadã, as famílias precisam estar cadastradas no CadÚnico (Cadastro Único), um registro necessário para que famílias de baixa renda possam acessar serviços, programas e benefícios sociais dos governos municipais, estaduais e federais. O CadÚnico também permite que os governos saibam quem são e como vivem as essa famílias no Brasil.

Além disso, é necessário que a renda mensal por pessoa da família seja de até meio salário mínimo, R$ 520 atualmente.

As inscrições do programa são feitas nos Cras (Centro de Referência da Assistência Social​) de cada município. Caso as famílias estejam aptas a receber o valor do benéfico, é necessário que um responsável se dirija até uma das unidades com o número de seu CadÚnico e solicite o acesso ao programa.

As famílias que são elegíveis ao Renda Cidadã, mas não possuem CadÚnico, podem realizar o cadastro dele no Cras. Para isso, é necessário que um responsável familiar maior vá até uma unidade do serviço com seu CPF e documentos dos outros membros da família.

O cadastro no CadÚnico deve ser atualizado no máximo a cada dois anos ou quando houver alteração nas informações declaradas na última atualização do registro.

​ COMO SE CADASTRAR | RENDA CIDADÃ

Além do vale-gás, as famílias em vulnerabilidade social e pobreza no estado de São Paulo também podem acessar o Renda Cidadã, um programa de assistência e transferência de renda do governo estadual

– > Qual o valor?

  • O Renda Cidadã paga R$ 80 mensais
  • O benefício é pago mensalmente por meio de um cartão do programa via Banco do Brasil

​ – > Quem pode receber?

  • Famílias em situação de vulnerabilidade por desemprego ou subemprego, envolvendo ausência de qualificação profissional, analfabetismo, más condições de saúde, falta ou más condições de moradia, dependência química, entre outras dificuldades
  • ​Para receber o benefício do Renda Cidadã, essas famílias precisam estar cadastradas no CadÚnico (Cadastro Único)
  • Além disso, é necessário que a renda mensal por pessoa dessa família seja de até meio salário mínimo, R$ 520 atualmente

– > Onde se inscrever?

  • As inscrições do programa são feitas nos Cras (Centro de Referência da Assistência Social​) de cada município
  • Caso a família esteja apta a receber o Renda Cidadã, é necessário que um responsável se dirija até uma das unidades do Cras com o número de seu CadÚnico e solicite o acesso ao programa

– > Como encontrar um Cras?

Acesse o site https://www.desenvolvimentosocial.sp.gov.br/enderecos-cras/​ e clique em Endereços CRAS no Estado de São Paulo

– > Como encontrar o número do CadÚnico?

Acesse https://meucadunico.cidadania.gov.br/meu_cadunico/ e informe nome completo, data de nascimento, nome da mãe, estado e município. Clique em não sou um robô e, depois, em emitir certidão

– > Como se cadastrar no Cadúnico?

  • As famílias que são elegíveis ao Renda Cidadã, mas não possuem CadÚnico, podem realizar o cadastro dele em um Cras
  • Para isso, é necessário que um responsável familiar maior de idade vá até um Cras com seu CPF ou título de eleitor e com documentos dos outros membros da família, como certidão de nascimento, certidão de casamento, RG, CPF, título de eleitor ou carteira de trabalho e cadastre a família
  • O cadastro no CadÚnico deve ser atualizado no máximo a cada dois anos ou quando houver alteração nas informações declaradas na última atualização do registro

– > Mais informações sobre o Renda Cidadã

Acesse o site do Bolsa do Povo e clique em Renda Cidadã: https://www.bolsadopovo.sp.gov.br/ – Fonte: Agora

To Top