Ciclista é o quarto romeiro morto na Dutra a caminho de Aparecida
Últimas Notícias

Ciclista é o quarto romeiro morto na Dutra a caminho de Aparecida

portalmixvalegoogle

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Um romeiro morreu e ao menos cinco pessoas ficaram feridas durante um acidente na rodovia Presidente Dutra na manhã deste domingo (10). A vítima estava em uma bicicleta, no sentido Rio de Janeiro, quando foi atropelada na altura do km 96 da estrada, na região de Pindamonhangaba (146 km de SP), de acordo com informações da PRF (Polícia Rodoviária Federal) e da CCR NovaDutra, concessionária que administra a estrada.

O homem pedalava no acostamento no momento que foi atingido por uma mulher, que teria perdido o controle do veículo, segundo a PRF. Logo após atingir o ciclista, o automóvel também acertou pessoas que caminhavam pelo gramado na lateral da pista.

Segundo a concessionária, além do homem morto, outras cinco pessoas tiveram ferimentos, sendo uma delas grave, socorrida pelo helicóptero Águia da Polícia Militar até o Hospital da Vila de São José dos Campos. Uma outra vítima teve ferimentos moderados e encaminhada pelo Corpo de Bombeiros ao pronto-socorro de Pindamonhangaba. Dos feridos levemente, dois foram socorridos pelo Samu e um outro recusou ser removido para uma unidade de saúde. O acidente, que ocorreu por volta das 8h50, envolveu dois carros de passeio.

A CCR NovaDutra informou que, entre o dia 1º de outubro até às 11h deste domingo, foram contabilizados 19.227 romeiros caminhando ou de bicicleta pelos acostamentos da Dutra em direção ao Santuário Nacional de Aparecida. Segundo a concessionária foram registrados, no mesmo período, 18 atropelamentos de romeiros, totalizando quatro mortos (dois ciclistas e dois pedestres) e 14 feridos, sendo três em estado grave.

Mortos

Além do ciclista, uma mulher também morreu após ser atropelada por volta das 5h50 deste domingo. Ela seguia pela rodovia Presidente Dutra, quando, na altura do km 121,8, em Caçapava (109 km de SP), foi atingida por um veículo. A vítima havia deixado a cidade de Igaratá (SP) e seguia até a basílica a pé. Uma outra mulher teve ferimentos graves e foi socorrida ao PS Regional de Taubaté.

Poucas horas antes da morte da mulher, a concessionária já havia registrado um outro óbito por atropelamento. Por volta das 4h40, um romeiro, que dormia embaixo de um caminhão no pátio de um posto de serviço foi encontrado morto. O fato se deu na altura do km 133, também em Caçapava.

O outro óbito registrado foi de um romeiro atropelado na altura do km 142,2, na cidade de São José dos Campos (81 km de SP) na noite de sábado (9). A concessionária informou que a vítima e outras duas pessoas foram atingidas por um veículo de passeio quando utilizavam uma saída da rodovia que dá acesso ao município de São José dos Campos. A pista estava molhada. Dois romeiros ficam feridos e foram socorridos.

Em nota, a CCR NovaDutra alegou que “desaconselha totalmente a prática de caminhadas ao longo da rodovia, por esporte ou fé”. A concessionária explicou que o tráfego da via Dutra é intenso, composto em grande parte por veículos pesados. “Existe alto risco de atropelamento de pedestres no acostamento e o fato de muitas pessoas caminharem juntas desperta a curiosidade dos motoristas, que podem frear bruscamente causando colisões traseiras”. Para a empresa, a melhor forma de chegar até a basílica é utilizando a “Rota da Luz, que é o caminho oficial de peregrinação até a basílica de Aparecida, mais segura para o romeiro”.

To Top