Ibovespa tem alta firme puxada por Petrobras em sessão de baixa liquidez
Business

Ibovespa tem alta firme puxada por Petrobras em sessão de baixa liquidez

Ibovespa tem alta firme puxada por Petrobras em sessão de baixa liquidez

O Ibovespa fechou em alta nesta quinta-feira, em sessão com pouca liquidez já que o índice não contou com o suporte do mercado norte-americano, fechado por conta de feriado.

Os papéis da Petrobras foram o principal fator de influência para a alta do Ibovespa, apesar de uma sessão morna para o petróleo. Executivos da companhia apresentaram durante o dia o plano estratégico da estatal para os próximos quatro anos a investidores e analistas.

O Ibovespa subiu 1,24%, a 105.811,25 pontos, patamar mais alto de fechamento desde 12 de novembro. O volume financeiro foi de 21,2 bilhões de reais. Para efeito de comparação, nos outros três dias da semana o volume esteve entre cerca de 26 e 31 bilhões de reais.

Sem liquidez, o Ibovespa teve poucas variações de direção, avançando de forma mais cautelosa na parte da manhã e acelerando movimento no meio do dia. Depois disso, praticamente manteve o patamar até o final do pregão. Na máxima da sessão, alcançou 106.400,41 pontos e, na mínima, esteve em 104.514,19.

Segundo Pedro Galdi, analista da Mirae Asset, diante da falta de volume e de notícias mais fortes no campo macro, o índice passou por um ajuste técnico. “De tempos em tempos teremos estes movimentos devido a nossa bolsa estar muito defasada de seus pares no exterior”, disse ele.

Enquanto a votação da PEC dos Precatórios é esperada apenas para semana que vem em comissão no Senado, no meio da tarde, foi aprovada na Câmara dos Deputados o texto principal da MP que cria o Auxílio Brasil, programa social montado pelo governo em substituição ao Bolsa Família. O texto que teve o aval dos deputados, e segue para o Senado, não contou com a correção anual do benefício pelo índice de preços INPC, como fora ventilado anteriormente e era temido pelo mercado.

Além disso, mais cedo, o IBGE divulgou que o IPCA-15, índice de preços visto como uma prévia da inflação, subiu 1,17% em novembro, contra estimativa de 1,10%, segundo pesquisa Reuters com economistas. Apesar do resultado, os ativos locais tiveram, no geral, dia positivo, mas a inflação acima do esperado — mais uma vez — deve se juntar a outros fatores de destaque a serem analisados pelo Banco Central em sua próxima reunião de política monetária, em dezembro.

No exterior, bolsas na Europa subiram, com ações ligadas à tecnologia compensando a queda nos setores de viagem e lazer, dado o impacto do recrudescimento da Covid-19 no continente.

DESTAQUES

– PETROBRAS PN e ON avançaram mais de 4% cada, depois que a empresa anunciou projeção de investimentos de 68 bilhões de dólares entre 2022 e 2026, aumento expressivo em relação ao plano de negócios plurianual anterior. A companhia também revisou política de dividendos. O novo plano é positivo, com a manutenção do foco da empresa na criação de valor, enquanto foco renovado nos dividendos foi o principal destaque, escreveram analistas do JPMorgan, incluindo Rodolfo Angele, em relatório.

– BANCO PAN PN disparou 8,3%, BTG PACTUAL UNIT subiu 5,4%, BANCO INTER UNIT avançou 3,8% e B3 ON fechou em alta de 1,5%, em sessão positiva para o setor financeiro. No caso do Pan e da B3, houve ainda divulgação do aval, sem restrições, pela Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), às aquisições da MOSAICO ON — que não está no Ibovespa e escalou 8,7% — e da Neoway, respectivamente.

– GOL PN disparou 9,7%, a maior alta do Ibovespa, e CVC ON saltou 6,9%, enquanto AZUL PN subiu 2,2%, corroborando bom desempenho de papéis ligados a viagens e turismo na sessão. Notícias sobre vacinas e Covid-19 em todo o mundo seguem no radar dos investidores.

– VALE ON caiu 0,7%, liderando perdas em pontos do índice. Minério de ferro não teve direção única em bolsas da Ásia. A Vale vinha sendo beneficiada nas últimos dias por novo avanço dos preços da matéria-prima para o aço.

– INTERMÉDICA ON caiu 2,2% e HAPVIDA ON recuou 2,1%, ambas estendendo a queda da véspera. O Tribunal do Cade decidiu impedir a Hapvida de concluir a aquisição do plano de saúde Plamed, que tem carteira concentrada em Aracajú. A decisão ocorre em momento que Intermédica e Hapvida estão em processo de fusão, que também tramita no Cade. No radar do setor ainda está aprovação no Senado de projeto que coloca piso salarial para enfermeiros, segundo a Agência Senado.

– MARFRIG ON caiu 2,9% e JBS ON recuou 2,5%, fechando como as duas piores baixas do Ibovespa. “No geral, como estamos vendo um alívio no mercado macro, faz sentido vermos empresas consideradas defensivas com um desempenho um pouco pior”, afirmou Bruno Komura, analista da Ouro Preto Investimentos.

– AMERICANAS ON subiu 1,6%, VIA ON avançou 1,4%, enquanto MAGAZINE LUIZA ON fechou em baixa de 1,4%, com novo dado de inflação acima do esperado e ciclo de alta de juros no radar, contrabalançando com proximidade da Black Friday.

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEHAO0X6-BASEIMAGE

To Top