China e Filipinas suspendem importação de carne do Canadá após caso de 'vaca louca'
Agro

China e Filipinas suspendem importação de carne do Canadá após caso de ‘vaca louca’

China e Filipinas suspendem importação de carne do Canadá após caso de 'vaca louca'

Por Rod Nickel

WINNIPEG, Manitoba (Reuters) – A China e as Filipinas suspenderam as importações de carne bovina canadense devido à detecção no Canadá em dezembro de uma vaca infectada com encefalopatia espongiforme bovina (EEB), conhecida como “mal da vaca louca”, disse um porta-voz do departamento de agricultura do Canadá nesta segunda-feira.

As medidas seguem uma suspensão de importação pela Coreia do Sul no mês passado, depois que o Canadá relatou seu primeiro caso de EEB em seis anos.

A China é o maior importador mundial de carne bovina e o terceiro maior mercado de exportação do Canadá, segundo a Canadian Cattlemen’s Association (CCA).

O país asiático tomou medidas semelhantes contra o Brasil depois da confirmação de casos de EEB, antes de retornar com as importações em dezembro, após uma interrupção de três meses.

A EEB é uma doença fatal do sistema nervoso em bovinos.

O Canadá, o oitavo maior exportador de carne bovina e de vitela, relatou o caso de EEB em dezembro em uma vaca de 8 anos e meio na província de Alberta.

O caso mais recente do Canadá é atípico – o que significa que é uma forma de EEB que pode ocorrer naturalmente em gado mais velho – ao contrário da EEB clássica, causada pela alimentação de ração contaminada pelo animal.

Os três países que suspenderam as importações canadenses estão buscando mais informações sobre o caso, disse Dennis Laycraft, vice-presidente executivo da CCA.

A interrupção não teve nenhum impacto perceptível nos preços canadenses, acrescentou ele.

tagreuters.com2022binary_LYNXMPEI090T9-BASEIMAGE

To Top